Liga dos Campeões

Com gol de Lodi, Atlético de Madrid bate United e vai às quartas da Champions

Time espanhol soube segurar pressão dos donos da casa e volta a figurar entre os oito melhores da Europa depois de dois anos

Renan Lodi fez o gol que deu a classificação aos espanhóis Renan Lodi fez o gol que deu a classificação aos espanhóis  - Foto: Paul ELLIS / AFP

O Atlético de Madrid se classificou para as quartas de final da Liga dos Campeões depois de vencer o Manchester United por 1 a 0 no jogo de volta em pleno estádio de Old Trafford, na tarde desta terça-feira (15).

Um gol de cabeça do lateral-esquerdo brasileiro Renan Lodi (41) deu ao Atlético a vaga na fase seguinte, depois do empate em 1 a 1 na partida de ida, em Madri.

Os 'rojiblancos' estão mais uma vez entre os oito melhores do continente duas temporadas depois de alcançar essa fase pela última vez, em 2020. 

Sem que os gols fora de valham o dobro, as duas equipes entraram em campo partindo para o tudo ou nada. 

Incentivado por sua torcida, o Manchester United começou forte, sufocando o Atlético de Madrid, que tinha dificuldade para se livrar da pressão local. 

Quinze minutos depois, Anthony Elanga, autor do gol inglês no jogo de ida, disparou na cara do gol mas o goleiro do Atlético Jan Oblak conseguiu defender com o rosto (14). 

Rodrigo de Paul respondeu com um chute de longe que obrigou David de Gea a voar (15).

Lodi decisivo

O Atlético só pôde recorrer a contra-ataques rápidos contra o United, onde o craque português Cristiano Ronaldo foi muito ativo pelo lado esquerdo. 

O Manchester dominava, mas não conseguia encontrar a precisão nos metros finais, enquanto o Atlético começou aos poucos a se livrar da pressão do time da casa com saídas pelas laterais. 

Meia hora depois, o atacante português do time madrilenho, João Félix, teve um gol anulado por impedimento (34), mas pouco depois o Atlético conseguiu voltar a atacar com mais sorte. 

Félix deixou de calcanhar uma bola para Antoine Griezmann, que da direita alçou a bola na altura da trave mais distante, onde Lodi apareceu para cabecear e fazer 1 a 0 (41). 

O gol caiu como um balde de água fria no 'Teatro dos Sonhos', onde antes do intervalo Bruno Fernandes quase empatou com um disparo de longe defendido por Oblak (45 + 2). 

O goleiro 'rojiblanco' voltou a mostrar seu talento no momento em que sua equipe mais precisava dele. 

Impulsionado pelo resultado, o Manchester United voltou do intervalo disposto a marcar, pressionando e colocando o Atlético para trás, mas lutando para encontrar brechas na muralha vermelha e branca.

Resistência

A boa organização dos visitantes obrigou os 'Red Devils' a recorrerem às laterais, de onde Jadon Sancho e Elanga apareciam para cruzar bolas na área. 

O Atlético, após uma tentativa tímida de pressão alta, defendia o resultado atrás, procurando sair no contra-ataque. 

A equipe de Diego Simeone quase ampliou quando um erro de Harry Maguire terminou com um chute de longa distância de De Paul que o goleiro De Gea (52) defendeu com dificuldade. 

O United, lutando contra o relógio, avançou ainda mais com a entrada de Marcus Rashford no lugar de Elanga (67) e Edinson Cavani no de Fred (75) procurando dar mais poder de fogo ao seu ataque. 

A equipe inglesa mais uma vez quase empatou em uma cabeçada na área de Raphael Varane que Oblak desviou (78). 

Nos minutos finais, o jogo se transformou em um bombardeio do United, que enfrentou um Atlético fechado e no final conseguiu garantir sua vaga na próxima fase.

Veja também

Franca bate Flamengo e conquista tricampeonato do NBB
Basquete

Franca bate Flamengo e conquista tricampeonato do NBB

Brasil x Bulgária: duelo de opostos na Liga das Nações; saiba onde assistir
Vôlei

Brasil x Bulgária: duelo de opostos na Liga das Nações; saiba onde assistir

Newsletter