Clássico dos Clássicos

Com gol de Patrick Allan, Náutico vence Sport no Clássico dos Clássicos deste sábado (24)

Timbu derrotou o Leão por 1x0, nos Aflitos, terminando a primeira fase do Pernambucano em terceiro. Nas quartas, a equipe encara o Afogados, em casa

Jogo entre Náutico X Sport, pelo Campeonato Pernambucano, no Estádio dos Aflitos. Na foto, comemoração do gol do Náutico.Jogo entre Náutico X Sport, pelo Campeonato Pernambucano, no Estádio dos Aflitos. Na foto, comemoração do gol do Náutico. - Foto: Ricardo Fernandes / Folha de Pernambuco

O dono dos clássicos na primeira fase do Campeonato Pernambucano. Vencedor diante do Santa Cruz, o Náutico repetiu a dose neste sábado (24), perante o Sport, nos Aflitos. Com gol de Patrick Allan, a equipe venceu por 1x0 e acabou com um jejum de quatro anos sem triunfos perante os rubro-negros. O Alvirrubro terminou em terceiro, com 20 pontos.  Nas quartas de final, o desafio será contra o Afogados, em casa. O Leão, líder, entra direto nas semifinais, aguardando do vencedor do embate entre Santa Cruz e Central, no Arruda.

"Nosso maior rival é o crime"
Antes de falar propriamente do jogo, vale destacar a imagem da entrada do Sport no gramado dos Aflitos. Os atletas titulares estavam usando a camisa do Fortaleza, em alusão ao atentado que o clube cearense sofreu por parte de uma uniformizada dos rubro-negros, após o jogo entre os times, na Arena de Pernambuco, pela Copa do Nordeste. Um grupo de vândalos apedrejou o ônibus do Tricolor do Pici, ferindo diversos atletas. Na hora da foto oficial, jogadores do Timbu e do Leão estamparam a faixa com os dizeres "Nosso maior rival é o crime".

Com a bola rolando, o Sport começou melhor o jogo, aproveitando a falta de organização do Náutico no meio-campo. Arthur Caike, após ótimo lançamento de Fábio Matheus, quase abriu o placar. 

As broncas do técnico Allan Aal foram surtindo efeito. O Náutico conseguiu equilibrar a partida e forçar o erro do Sport. Ainda assim, a sintonia do time não estava das melhores, abusando de erros no passe. Na melhor das chances, Júlio César chutou pela direita e Thiago Couto defendeu.

Saída pelo alto
Com o jogo travado por baixo, os times investiram nas jogadas aéreas. Joecio, após escanteio, desviou com perigo. A resposta do Sport veio com Arthur Caike, que também mandou para fora. 

Antes do intervalo, Italo ainda recebeu uma bola limpa pelo meio, mas isolou. Lance que se repetiu do outro lado, agora com Patrick Allan. 

Romarinho, Lucas André e Felipinho foram as novidades do Sport no segundo tempo. No Náutico, Barcia foi acionado no lugar de Kauan.

Paulo Sérgio era o homem mais procurado pelos alvirrubros. Difícil era ele receber um passe em boas condições. Quando enfim chegou, o centroavante girou bem e finalizou, com a bola passando perto da trave de Thiago. 

Golaço nos Aflitos
Patrick Allan veste a camisa 20 do Náutico, mas fez um gol ao melhor estilo de um 10. O meia recebeu ótimo passe na área e chutou colocado para fazer a festa da torcida alvirrubra nos Aflitos. 

A alegria do Náutico por pouco não foi pausada quando Vilhena saiu na cara do gol. Bem posicionado, Vagner fechou o ângulo e fez boa defesa. 

Atrás do placar, o Sport passou a pressionar o Náutico. Aos 35, Romarinho soltou a bomba e Vagner se esticou para salvar os mandantes. 

Bem fechado, o Náutico segurou a vitória por 1x0 e fecha a primeira fase da 100% de aproveitamento em clássicos em 2024.

Ficha técnica
Náutico 1
Vagner; Arnaldo, Rafael Vaz, Joecio e Diego Matos; Lorran, Marco Antônio e Patrick Allan (Guilherme Matos); Júlio César (Evandro), Kauan (Leandro Barcia (Danilo Belão)) e Paulo Sérgio. Técnico: Allan Aal

Sport 0
Thiago Couto; Lucas Ramon, Alisson Cassiano, Renzo (Luciano Castan) e Riquelme (Felipinho); Fabinho, Fábio Matheus (Romarinho), Italo (Lucas André) e Pedro Vilhena; Arthur Caíke (Lucas Lima) e Pablo Dyego Técnico: Mariano Soso.

Local: Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Paulo Belence. Assistentes: José Romão e Humberto Martins
Gols: Patrick Allan (aos 12 do 2°T)
Cartões amarelos: Luiz Paulo, Marco Antônio (N); Fabinho, Lucas André (S)
Renda: R$ 214.129,00
Público: 10.318 torcedores

Veja também

Seleção brasileira feminina de vôlei bate Holanda e conquista sexta vitória na Liga das Nações
Vôlei

Seleção brasileira feminina de vôlei bate Holanda e conquista sexta vitória na Liga das Nações

Embaixador da Ferrari diz ser "inevitável" briga pelo título após vitória de Leclerc em Mônaco
FÓRMULA 1

Embaixador da Ferrari diz ser "inevitável" briga pelo título após vitória de Leclerc em Mônaco

Newsletter