Com golaço de Renatinho, Náutico tropeça e perde por 2x0

Timbu ainda teve um jogador expulso no segundo tempo

Treinador mudou esquema, mas Timbu voltou a perderTreinador mudou esquema, mas Timbu voltou a perder - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

O Náutico tratava como precoce a cobrança recebida após duas derrotas seguidas em 2017. Mas o novo tropeço confirmou a sensação de que o time está longe de merecer elogios. Diante do Campinense, no Amigão, o Timbu não conseguiu consertar todos os erros de outrora. Principalmente o que envolvia a dificuldade de finalização e a atenção nos minutos finais. Renatinho, ex- Santa Cruz, e Léo Ceará marcaram os tentos da vitória por 2x0 dos paraibanos, pela terceira rodada do Grupo A da Copa do Nordeste. Os pernambucanos estão em situação complicada no Regional, na terceira posição, com três pontos.

Depois de insistir no esquema com três atacantes, o técnico Dado Cavalcanti optou, diante da Raposa, por tirar um centroavante e reforçar o meio-campo com um homem a mais. No lugar dos cruzamentos procurando um atacante de área, o Timbu tinha como plano investir na velocidade de Jefferson Nem e Erick. Mas faltou combinar com o Campinense. Os mandantes dominavam as ações ofensivas. Em 20 minutos, a equipe teve duas boas oportunidades de marcar, ambas em chutes de longa distância. Na primeira, Léo Ceará soltou o pé para ótima defesa de Tiago Cardoso. Na outra finalização, de Magno, a bola passou próxima da meta alvirrubra.

Lento na criação das jogadas e com dificuldade de infiltração, o Timbu cedeu diversos contra-ataques aos paraibanos. Os erros quase sempre eram no último terço do campo, na hora em que Maylson e Marco Antônio buscavam o passe final para os atacantes.

Assim como nos jogos anteriores, Erick era o atleta mais procurado na frente. Os dribles, contudo, não surtiram o mesmo efeito de antes. O mais próximo do gol que o Náutico chegou foi quando Ewerton Páscoa escorou cruzamento e Giovanni, dentro da área, finalizou nas mãos de Gledson.

Com mais posse de bola na etapa final, o Campinense sufocava o Náutico pelas pontas, levando vantagem nas costas de Joazi e Giovanni. Foram pelo menos três cruzamentos seguidos em que os mandantes desperdiçaram a chance de abrir o placar. O Timbu se limitava a tentar o gol em bolas paradas.

Os minutos finais foram de mais sofrimento após Rodrigo Souza deixar o braço no rosto do atleta da Raposa e receber o cartão vermelho. Com um a menos, o Timbu se fechou, mas não suportou a pressão. Renatinho, ex-Santa Cruz, saiu do banco de reservas para acertar uma bomba no ângulo de Tiago Cardoso, marcando um golaço aos 43 minutos. Para fechar o “caixão” do Náutico, Léo Ceará ampliou a vantagem e decretou o 2x0. O próximo compromisso do clube no Nordestão será no dia 22, contra o mesmo Campinense, na Arena de Pernambuco.

FICHA DO JOGO

Campinense 2

Gledson; Fabinho (Filipe Ramon), Joécio, Rafael Jensen e Ronaell; Magno, Negretti, Jussimar (Renatinho) e Fernando Pires; Léo Ceará e Tiago Orobó (Maranhão). Técnico: Sérgio China

Náutico 0

Tiago Cardoso; Joazi, Tiago Alves, Ewerton Páscoa e Giovanni; João Ananias, Rodrigo Souza, Maylson (Jeferson Renan) e Marco Antônio (Adalberto); Erick e Jefferson Nem (Alison). Técnico: Dado Cavalcanti

Local: Amigão (Campina Grande/PB)
Árbitro: Antonio Santos Nunes. Assistentes: Francisco Nurisman Machado Gaspar e Rogério de Oliveira Braga.
Gols: Renatinho (aos 43 do 2ºT) e Léo Ceará (aos 48 do 2ºT)
Cartões amarelos: Léo, Ronaell, Rafael, Fernando Pires (C); João Ananias, Rodrigo Souza (N)
Cartão vermelho: Rodrigo Souza (N)
 

Veja também

'Foi uma partida atípica', declara João Brigatti após derrota para o Botafogo/PB
Santa Cruz

'Foi uma partida atípica', declara João Brigatti após derrota para o Botafogo/PB

Em noite de despedidas, Santa dá adeus a Danny Morais e ao Nordestão 2021 com derrota
Copa do Nordeste

Em noite de despedidas, Santa dá adeus a Danny Morais e ao Nordestão 2021 com derrota