Esportes

Com homenagem a Kobe, Lakers perde para o Blazers

LeBron quase faz triplo-duplo, mas não conseguiu evitar derrota do time de Los Angeles, no Staples Center

LeBron entrou em quadra com camisa de Kobe Bryant para homenagear o amigoLeBron entrou em quadra com camisa de Kobe Bryant para homenagear o amigo - Foto: Frederic J. BROWN / AFP

Os Los Angeles Lakers voltaram, nesta sexta-feira (31, madrugada de sábado no Brasil), ao Staples Center com uma homenagem especial para Kobe Bryant e Gianna Bryant, que morreram no último domingo (26) em acidente de helicóptero, mas não conseguiram sair com uma vitória contra o Portland Trail Blazers.

O time de Los Angeles segue com 36 vitórias e 11 derrotas pela conferência oeste, enquanto Damian Lillard e os Blazers tentam se recuperar na mesma conferência com 22 vitórias e 27 derrotas.

Damian Lillard fez de tudo no jogo. Em uma sequência espetacular nas últimas rodadas, o armador dos Blazers marcou 48 pontos e distribuiu 10 assistências. A defesa dos Lakers não conseguiu se encaixar para deter o jogador, que meteu sete bolas de três e se infiltrou com facilidade no garrafão.

Do outro lado, Anthony Davis chamou mais atenção com 37 pontos, garantindo bolas de longa distância e dominância na área pintada, chamando o jogo nos momentos mais importantes. O problema é que o restante da equipe não conseguiu manter um equilíbrio, apesar de LeBron James quase chegar ao triplo-duplo com 22 pontos, 8 rebotes e 10 assistências.

Leia também:
Lakers recomeçam em meio a luto e desafios
'Devastados', diz Lakers após morte de Kobe Bryant


O jogo se manteve acirrado desde o começo, com Anthony Davis garantindo 18 pontos para a equipe da casa apenas no primeiro quarto. LeBron, se por um lado foi tímido na pontuação, distribuiu sete assistências no primeiro tempo e tentou fazer o banco dos Lakers jogar, com destaque para Kyle Kuzman e Dwight Howard.

O Portland, sem Carmelo Anthony -que era amigo de Kobe Bryant-, se apoiou totalmente em Lillard. O armador, que conta com uma média de 48 pontos nos últimos quatro jogos, não encontrou muita dificuldade para furar a defesa dos Lakers, e acumulou 19 pontos no primeiro tempo.

O ala CJ McColluml, com 11 pontos apesar de apenas 36% de aproveitamento nos arremessos, e Hassan Whiteside, dominando o garrafão adversário, também ajudaram o armador.

A volta do intervalo muito completamente o que as duas equipes já tinham apresentado. Lillard seguiu com seus arremessos certeiros quase do logo dos Lakers no meio da quadra, e o trabalho com Whiteside abriu espaço na defesa oposta, que por muitas vezes bateu cabeça.

LeBron forçou alguns lances, mas continuou tentando orquestrar o time, que seguiu de pé por mais tempo graças a Davis. O ala-pivô foi bem nas bolas de três pontos, seguiu dominante no garrafão e os arremessos de meia distância garantiram um respiro para o time.

O jogo esquentou no terceiro quarto, com uma sequência de bolas de três enquanto Lillard conseguia se infiltrar no garrafão. Erros em sequência dos Lakers fizeram com que os Blazers chegassem a abrir oito pontos no mesmo período, e nem Davis, ainda inspirado, conseguiu fazer milagre.

A partida voltou a ficar mais apertada quando LeBron voltou do banco no quarto final, batendo para dentro do garrafão e cavando faltas. Uma bola de três na metade do quarto voltou a colocar os Lakers no jogo, mas ainda assim não foi suficiente.

Mesmo com LeBron acertando bolas de três e conquistando espaço no garrafão nos três minutos finais, o desequilíbrio defensivo dos Lakers foi o que atrapalhou a equipe da casa, que acumula mais uma derrota na liga.

Veja também

Com dois a menos, Palmeiras segura Galo e avança à semifinal da Libertadores nos pênaltis
Libertadores

Com dois a menos, Palmeiras segura Galo e avança à semifinal da Libertadores nos pênaltis

Após primeira vitória no Náutico, Elano explica mudança de esquema: "surpresa para o adversário"
Náutico

Após primeira vitória no Náutico, Elano explica mudança de esquema: "surpresa para o adversário"