Copa do Brasil

Com missão delicada, Sport recebe o Atlético-MG, na Arena de Pernambuco, pela Copa do Brasil

Depois de perder por 2x0, em Belo Horizonte, Rubro-negro tem árduo desafio para chegar às oitavas de final

Lucas Lima em ação contra o Atlético-MG, em Belo HorizonteLucas Lima em ação contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte - Foto: Rafael Costa

Em meio aos resultados negativos acumulados nas duas últimas partidas, o Sport faz uma pausa na Série B para disputar um árduo compromisso pela Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (22), o Rubro-negro recebe o Atlético-MG, pelo confronto de volta do mata-mata nacional. O compromisso está marcado para acontecer às 20h, na Arena de Pernambuco. Após a derrota no jogo de ida, por 2x0, em Belo Horizonte, o Leão precisa bater o Galo por três gols de diferença para seguir vivo no certame. Caso repita a vantagem construída pelos mineiros, a vaga nas oitavas de final será decidida nos pênaltis. 

Apesar da dificuldade da partida, um bom número de torcedores devem comparecer ao estádio localizado em São Lourenço da Mata para apoiar o Sport. Em última parcial divulgada pelo clube, na tarde de terça-feira (21), quase 16 mil ingressos haviam sido comercializados de forma antecipada. A expectativa é que pelo menos 20 mil estejam presentes na Arena para acompanhar o confronto. 

“Será um jogo muito difícil, O Atlético tem uma equipe muito qualificada individualmente, e coletivamente está jogando um dos melhores futebol aqui do Brasil. Tenho acompanhado o time deles, vejo o nível que estão jogando. Será um grande desafio, mas acredito na nossa equipe, podemos fazer grandes coisas com apoio da nossa torcida. Projeto um grande jogo, um grande desafio, com grandes emoções”, falou o meia Lucas Lima.  

Vai poupar?

Logo após a derrota para o Avaí, na Arena de Pernambuco, o técnico Mariano Soso não descartou a possibilidade de realizar mudanças para encarar o Atlético-MG. Diante dos catarinenses, o Sport terminou o duelo com dois homens a menos em campo, o que causou um desgaste na equipe. Caso opte por poupar peças, o treinador sinaliza priorizar o confronto decisivo com o Fortaleza, pela semifinal da Copa do Nordeste, no domingo. 

Expulsos contra o Avaí, o meia Alan Ruiz e o meia Zé Roberto estão disponíveis para a partida. Por terem atuado por poucos minutos no final de semana, a expectativa é que a dupla apareça na formação inicial. No caso de Zé Roberto, principalmente se Soso optar por um time alternativo. 

Galo sem Hulk

Para o confronto com o Sport, ao contrário do time pernambucano, o técnico Gabriel Milito chega com o time descansado. A última vez que o Atlético-MG entrou em campo foi no revés sofrido para o Peñarol, pela Libertadores, na terça-feira da semana passada. No entanto, o treinador não poderá contar com duas peças consideradas titulares: o atacante Hulk e o zagueiro Jemerson

De acordo com o clube mineiro, o camisa 7 foi liberado da partida para tratar assuntos particulares. Jemerson, por sua vez, está em processo de negociação para deixar o Galo. O defensor está perto de reforçar o Grêmio. A tendência é que Vargas seja acionado ao lado de Paulinho no ataque alvinegro. Já no miolo de zaga, Igor Rabello deve formar dupla com Bruno Fuchs. 

Ficha técnica

Sport
Caíque França; Pedro Lima, Rafael Thyere (Alisson Cassiano), Luciano Castán e Felipinho (Dalbert); Felipe, Fabricio Domínguez, Alan Ruiz (Tití Ortiz) e Lucas Lima; Romarinho e Gustavo Coutinho (Zé Roberto). Técnico: Mariano Soso. 

Atlético-MG
Everson; Saravia, Bruno Fuchs, Igor Rabello e Guilherme Arana; Battaglia, Alan Franco, Zaracho e Gustavo Scarpa; Eduardo Vargas e Paulinho. Técnico: Gabriel Milito.

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Horário: 20h
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Rafael Traci (SC)
Transmissão: SporTV e Premiere. 

Veja também

Revelado ao futebol pelo Santos, ídolo japonês assina com novo clube aos 57 anos
FUTEBOL

Revelado ao futebol pelo Santos, ídolo japonês assina com novo clube aos 57 anos

Keylor Navas é acusado de trabalho análogo à escravidão, diz jornal francês
ACUSAÇÃO

Keylor Navas é acusado de trabalho análogo à escravidão, diz jornal francês

Newsletter