Futebol

Com mudanças no meio e no ataque, Náutico encara a Ponte

Rhaldney e Vinícius, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, desfalcam o Timbu

Caio Dantas, camisa 99, comemora gol pelo NáuticoCaio Dantas, camisa 99, comemora gol pelo Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

No meio da tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro 2021, o Náutico iniciou, nas duas rodadas passadas, uma reação no torneio para se manter vivo na luta pelo acesso. Para que a recuperação não sofra uma pausa precoce, o Timbu terá de seguir aumentando a lista de vitórias. O desafio deste sábado (16) é perante a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Adversário que vem embalado jogando como mandante.

A Ponte está há oito jogos invicta jogando em casa. A equipe venceu Goiás, Londrina, Confiança, Brusque, Sampaio Corrêa e Brasil de Pelotas/RS, além de empates perante Vila Nova e no clássico local, diante do Guarani. No geral, a Macaca é a oitava melhor mandante da Série B, com sete vitórias, cinco empates e duas derrotas. Já o Náutico é o sétimo melhor visitante, com cinco vitórias, três empates e seis derrotas.

“Nós estudamos e trabalhamos em cima disso, mas sabemos que o potencial técnico dos jogadores da Ponte é muito alto. Eles vão ter retornos de jogadores tidos como titulares, como é o caso do Ivan, que hoje é um dos melhores goleiros do futebol brasileiro. Isso tudo acarreta problema para nós, mas a gente também preparou uma forma eficaz para tentar tirar o potencial da equipe deles e, ao mesmo tempo, deixar o nosso futebol fluir com naturalidade”, afirmou o treinador do Náutico, Hélio dos Anjos.

O Náutico não terá o volante Rhaldney e o atacante Vinícius, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Sobre os substitutos, Hélio deixou algumas pistas. “Eu treinei várias opções. Em relação a Rhaldney, a questão é muito em cima de Djavan ou Trindade. A gente sabe que qualquer um dos dois que fizer essa função de primeiro volante vai fazer bem feito”, frisou o treinador.
 
“Na questão ofensiva, a partir do momento que a gente começou a trabalhar taticamente, a primeira coisa que a gente teve que decidir, em métodos dos jogadores, foi que eu não vou precisar tirar o Jailson do lado direito. Eu estava preocupado de ter que realizar esse ajuste e o colocar para o lado esquerdo, mesmo sendo um jogador altamente versátil. Criamos as situações do lado esquerdo para jogadores mais da função, como é o caso do Murillo e do Giovanny, que têm capacidade natural de suprir a ausência do Vinícius”, completou.

Ficha técnica

Ponte Preta

Ivan, Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; André Luiz, Marcos Júnior e Léo Naldi; Richard, Moisés e Rodrigão. Técnico: Gilson Kleina

Náutico

Anderson; Hereda, Camutanga, Rafael Ribeiro e Júnior Tavares; Djavan, Matheus Jesus e Jean Carlos; Jailson, Murillo e Caio Dantas. Técnico: Hélio dos Anjos

Local: Moisés Lucarelli (Campinas/SP)
Horário: 16h
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Hugo Savio Xavier Correa (GO)
Transmissão: Premiere FC

Veja também

Uniforme novo do Santa Cruz vaza nas redes sociais; confiraSanta Cruz

Uniforme novo do Santa Cruz vaza nas redes sociais; confira

Indicada ao Prêmio Inspire, Etiene Medeiros quer motivar outras mulheresReconhecimento

Indicada ao Prêmio Inspire, Etiene Medeiros quer motivar outras mulheres