Sport

Com rebaixamento iminente, Sport começa a pensar na temporada 2022

Gustavo Florentín garantiu que o clube precisará ir ao mercado

Gustavo Florentín, técnico do SportGustavo Florentín, técnico do Sport - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

No discurso, a fé rubro-negra segue acreditando em um desfecho diferente para o iminente rebaixamento nesta Série A do Campeonato Brasileiro. Afinal, a matemática ainda garante ao Sport 1% de chance de permanência, mesmo com a derrota sofrida por 2x0, no último sábado, para o São Paulo, no Morumbi. Na prática, o Leão parece já pensar na temporada de 2022. Próximo de renovar sua permanência na Praça da Bandeira, o técnico Gustavo Florentín revelou a necessidade de o clube ir ao mercado para não esbarrar novamente nas atuais dificuldades de ter um elenco “curto, limitado”.

"Há uma base, mas é preciso ver quem são os jogadores que encerram o contrato. Estamos conversando com os dirigentes sobre isso. Temos muito trabalho por realizar, e precisamos trazer jogadores, tratar de ter dois jogadores por posição e ter um plantel um pouco mais recheado”, contou Florentín

Atualmente, oito jogadores têm contrato até o final de 2022. São eles: Mailson, Carlos Eduardo, Sabino, Sander, Chico, Rafael Thyere, Ronaldo Henrique e Everton Felipe. Outros quatro atletas possuem um vínculo mais longo, por serem pratas da casa: Ewerthon, Juba, Gustavo e Mikael. “Apesar de o elenco ser curto, limitado, é com ele que estamos dando todo o melhor em cada jogo."

E como não poderia ser diferente, o resultado negativo contra o São Paulo, caiu como uma ducha gelada nas esperanças leoninas contra o rebaixamento. “O vestiário está triste. Ninguém queria perder o jogo. Sabemos que cada vez a chance vai diminuindo.” 

Segundo Florentín, o Leão merecia uma melhor sorte, caso não tivesse pecado no quesito finalização. “Me pareceu que o resultado foi injusto, pelo que produziram os jogadores. Mas o futebol tem essas coisas. Se não converte, se não é contundente, um adversário com a qualidade do São Paulo não perdoa. Nós perdoamos e agora estamos sofrendo”, lamentou o treinador.

Na penúltima colocação do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos ganhos – e um jogo a mais que os demais concorrentes diretos contra o Z4 –, a situação do Leão permanece dramática. Agora, o clube só pode somar mais nove pontos, caso alcance os 100% de aproveitamento diante dos últimos três adversários na competição.

Assim, é possível que o Sport caia antes mesmo de ir a campo na sexta-feira, contra o Flamengo. Para que isso aconteça, basta o Juventude derrotar o Bragantino, na terça-feira, e o duelo entre Atlético-GO e Bahia, na segunda, ter um vencedor. 

"Enquanto existir chances matemáticas, sempre vamos brigar, sempre teremos fé. Sabemos que não é fácil e que não dependemos mais de nós mesmos, conseguindo os resultados, mas temos que levantar a cabeça, para brigar pelos três jogos que temos a frente", garantiu Florentín.

Veja também

Ancelotti confirma que vai se aposentar quando deixar o Real Madrid
Futebol internacional

Ancelotti confirma que vai se aposentar quando deixar o Real Madrid

Elano vê derrota para o Guarani como injusta, mas reconhece momento ruim: "Precisamos de resultados"
Náutico

Elano vê derrota para o Guarani como injusta, mas reconhece momento ruim: "Precisamos de resultados"