Com reservas, Náutico vence Flamengo/PE pelo Estadual

Timbu voltou à liderança do torneio após bater o adversário por 1x0, com gol de Odilávio

Após ser campeão pernambucano, Roberto Fernandes foi demitido do Náutico durante a Série CApós ser campeão pernambucano, Roberto Fernandes foi demitido do Náutico durante a Série C - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Com o "time B", o Náutico retomou a liderança do Campeonato Pernambucano. Com boa atuação de Robinho e oportunismo de Odilávio, o Timbu venceu o Flamengo por 1x0 na Arena de Pernambuco, chegando aos 18 pontos e passando o Sport na tabela de classificação. Os alvirrubros descansam na próxima rodada do Estadual, mas antes disso terão pela frente o Cuiabá, nesta quarta (28), pelo duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, de olho na premiação de R$ 1,8 milhão.

Público pequeno, titulares poupados e reservas ansiosos pela oportunidade de brilhar em meio a um duelo de pouca relevância. Como de costume em jogos que acontecem nas vésperas de algum confronto de maior importância, o Timbu não entrou com força máxima. O preço foi o mesmo de outrora, principalmente na dificuldade em fazer a transição entre defesa e ataque - calo também do time principal.

Não vale muito a pena discorrer sobre os primeiros 20 minutos do jogo. Com muitos erros de passe de ambos os lados, a partida careceu de bons lances. O primeiro só saiu justamente após o tempo citado, em falta de Júnior Timbó que raspou o travessão.

Rafael Assis e Robinho apostavam nas arrancadas. O segundo foi mais perigoso nos lances individuais. Em um deles, saiu costurando a marcação do Flamengo até chegar à área. A finalização colocada passou perto da trave esquerda.

Futebol não é um esporte completamente justo e talvez por isso o prata da casa Robinho permanecia lamentando as chances perdidas. Em nova jogada de perigo, o garoto chutou cruzado. A bola tinha endereço certo, mas a ponta dos dedos de Alex e a trave salvaram o Flamengo.

Ostentando a “10”, Timbó também chamou a responsabilidade. Como garçom, ele cobrou falta na medida para Camacho, que desviou por cima do gol. Depois, tentou resolver sozinho em chute de fora da área que assustou os visitantes. O Flamengo assustou duas vezes em cabeçadas. Bruno salvou uma e na outra apenas “tirou com o olho”.

Robinho não conseguiu marcar seu gol, mas foi dele o passe na medida para Odilávio, que entrou na vaga de Daniel Bueno, completar para o fundo das redes e fazer 1x0. A expulsão de Mardley, minutos depois, trouxe ainda mais tranquilidade para os alvirrubros. O time reserva segue invicto no Estadual, com quatro vitórias e um empate.

Ficha técnica

Náutico 1
Bruno; Bryan, Rafael Ribeiro, Camacho e Gabriel Araújo; William Gaúcho, Luiz Henrique e Júnior Timbó; Rafael Assis (Rogerinho), Daniel Bueno (Odilávio) e Robinho (Cal). Técnico: Roberto Fernandes

Flamengo 0

Alex; Valber, Alaf, Charles e Jorge; Mardley, Aruá (Anderson Felipe), Naldinho e Índio; Marlon (Walisson) e George (Tiago). Técnico Alexandre Lima

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Gleydson Leite. Assistentes: Francisco Chaves e Elan Vieira.
Gols: Odilávio (aos 21 do 2ºT)
Cartões amarelos: Rafael Ribeiro, Robinho, Gabriel (N); Mardley, Alaf (F)
Cartão vermelho: Alaf (F)
Público: 1.140 torcedores
Renda: R$ 9.420,00

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'