Sport

Com respaldo da diretoria, Dal Pozzo fala em "processo" para evolução do Sport

Treinador rubro-negro, mais uma vez, recebeu as críticas da torcida depois de um jogo do Leão na Série B

Gilmar Dal Pozzo, técnico do SportGilmar Dal Pozzo, técnico do Sport - Foto: Anderson Stevens/Sport

Mais uma vez, o técnico Gilmar Dal Pozzo teve que lidar com a insatisfação da torcida do Sport, após mais uma partida da Série B. Desta vez, as críticas da torcida aconteceram depois do revés para o CRB, na noite desta terça-feira (24), na Arena de Pernambuco. Em entrevista coletiva concedida depois do jogo, o treinador lamentou a falta de eficácia do setor ofensivo para comentar a atuação da equipe rubro-negra. 

"Não tenha dúvidas que sentimos a derrota mais que o torcedor. A gente depende disso, concentra, prepara, trabalha, e quando o resultado não vem, a gente sente muito. Eu odeio perder, sei que o torcedor também. Só que hoje tivemos desempenho, mas não fomos letais, principalmente no último terço. Falta aquele último passe, a finalização e temos que lapidar esses fundamentos", detalhou.

Buscando minimizar o sentimento de terra arrasada, o treinador lembrou da boa campanha que o Sport tem feito até o momento na Segundona para minimizar as cobranças da torcida. Mais uma vez, o técnico deixou o gramado sob vaias. 

Com 15 pontos, o Sport é o 3º colocado, e o treinador tem ciência que a equipe ainda pode evoluir em suas mãos. 

"Sou muito equilibrado, procuro trabalhar, fui contratado para isso, e é isso que vou fazer. Nossa campanha é boa, estamos no G-4. Claro que quero fazer a equipe jogar melhor, mas tem todo um processo. Hoje fomos melhores, mas não vencemos. Queria ter jogado menos e conquistado os três pontos, mas é um campeonato equilibrado. Vejo o Cruzeiro jogando um melhor futebol, mas as demais equipes estão equilibradas", relatou.

Respaldo da diretoria

Após a coletiva concedida por Dal Pozzo, o executivo do Sport, Jorge Andrade, foi de encontro com o discurso do treinador. Apesar das constantes manifestações da torcida contra o técnico, o dirigente mostrou confiança no trabalho da comissão técnica para a sequência da Série B. 

"Vejo um trabalho de muita dedicação da comissão, do Gilmar, uma preparação intensa para os jogos. Fazem análises de desempenho, mostram para os jogadores. Eu acompanho 100% dos treinamentos, ele tem buscado evoluir a questão ofensiva, o último terço, marcação alta, a qualidade para jogar mais. Mas isso é um processo e vamos trabalhar. Saímos tristes com a derrota, mas é trabalhar para vencer a Ponte", enfatizou o executivo leonino. 

 

Veja também

Corinthians desafia Boca por vaga às quartas de final da Libertadores; veja onde assistir
Futebol

Corinthians desafia Boca por vaga às quartas de final da Libertadores; veja onde assistir

Comedor campeão de hot dog briga com ativistas veganos por uso de salsicha nos EUA
Competição

Comedor campeão de hot dog briga com ativistas veganos por uso de salsicha nos EUA