Série B

Com um a mais, Náutico empata com Cruzeiro e garante permanência na Série B

Goleiro Fábio foi expulso no começo da partida e Timbu não sofreu para conseguir o objetivo em Belo Horizonte

Vinícius em ação contra o CruzeiroVinícius em ação contra o Cruzeiro - Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Náutico está garantido no Campeonato Brasileiro da Série B 2021. Em confronto realizado na tarde deste domingo, na Arena Independência, em Belo Horizonte, o Alvirrubro precisava apenas de um empate para espantar qualquer risco de queda. Foi o que aconteceu. Em duelo de poucas grandes chances, o Timbu ficou no 0x0 com o Cruzeiro e chegou aos 43 pontos, abrindo quatro para o 17º colocado Figueirense, faltando uma rodada para o término da competição. Agora, a equipe de Hélio dos Anjos cumpre tabela diante do CSA, na próxima sexta-feira, nos Aflitos. 

A missão do Náutico passou a ficar menos complicada ainda no início do jogo. Aos oito minutos de bola rolando, Kieza recebeu em velocidade em ataque promissor. Tentando parar o atacante alvirrubro, o goleiro Fábio saiu da área e evitou o drible do camisa 9 usando a mão para interceptar a jogada. No primeiro momento, o lance passou batido pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza. Porém, após ser avisado pelo quarto árbitro, ele mostrou o cartão vermelho para o arqueiro cruzeirense. 

Com um a mais e o placar favorável para garantir a permanência, o Náutico passou a controlar o jogo. Durante a primeira etapa, o Alvirrubro chegou a ter 69% da posse de bola, entretanto não oferecia perigo real de gol ao goleiro Vitor Eudes. A melhor oportunidade foi em cobrança de falta de Jean Carlos, com a bola passando rente a trave esquerda celeste. Sem se expor, o Timbu era organizado taticamente e não deixava o Cruzeiro ameçar a meta de Anderson. 

Na volta do intervalo, o Cruzeiro ameaçou abrir o placar duas vezes. Primeiro, Anderson salvou cabeçada de Ramon, e na sequência viu Giovanni mandar perto do ângulo direito. As chegadas foram as duas principais do time mandante durante todo o jogo. Em busca do gol para ter ainda mais tranquilidade na partida, o Náutico respondeu à altura com Vinícius. Aos 15, o camisa 70 recebeu pela esquerda, limpou a marcação e soltou uma bomba. A bola explodiu no travessão de Vitor Eudes. Já com o controle da partida novamente, a equipe pernambucana buscava tocar a bola para fazer o tempo correr e decretar a permanência na Segundona do futebol brasileiro. 

Ficha do jogo

Cruzeiro 0

Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano, Jádson e Giovanni (Welinton); Airton (Patrick), Willian Pottker e Rafael Sóbis (Vitor Eudes). Técnico: Felipão

Náutico 0

Anderson; Hereda (Kevyn), Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Rhaldney, Djavan (Jhonnatan) e Jean Carlos (Ruy); Erick (Jorge Henrique), Vinícius (Dadá) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos

Local: Independência (Belo Horizonte/MG)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP). Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Herman Brumel Vani (ambos de SP)
Gols:
Cartão amarelo: Adriano, Airton, Ramon, Pottker (CRU); Kieza, Erick (NAU)
Cartão vermelho: Fábio (CRU)

Veja também

Náutico recusa proposta de R$ 1,5 milhão por Jean Carlos
Futebol

Náutico recusa proposta de R$ 1,5 milhão por Jean Carlos

Resende anuncia contratação de Cartolouco para disputa do Carioca
Futebol

Resende anuncia contratação de Cartolouco para disputa do Carioca