Concorrência acirrada no meio-campo do Náutico

Dos oito reforços trazidos pelo Náutico até o momento, cinco jogam no setor, o mais concorrido do time

Maylson, meia do NáuticoMaylson, meia do Náutico - Foto: Arthur Motta/Folha de Pernambuco

Não há setor com maior concorrência no Náutico do que o meio-campo. Dos oito reforços trazidos pelo clube até o momento para a temporada 2019, cinco jogam por ali. O último a ser confirmado foi Maylson, de 29 anos, que já defendeu a camisa alvirrubra nos anos de 2016 e 2017. Além dele, o clube trouxe Allan Patrick, Fabio Matos, Nahuel Cisneros e Jorge Henrique. Isso sem falar nos remanescentes de 2018, casos de Josa, Luiz Henrique, William Gaúcho, e de algumas peças da base que subiram neste ano, como Rhaldney e Lucas Paraíba. A tendência é que o técnico Márcio Goiano escolha ao menos três nomes para o meio, considerando a tática utilizada no ano passado. Muitas opções para montar o quebra-cabeça do setor.

Nos primeiros amistosos da temporada, o Náutico teve Josa e Lucas Paraíba como membros fixos do meio-campo. Diante do Newell's Old Boys, nos Aflitos, a dupla atuou ao lado de Rhaldney. Contra o Treze, no duelo realizado no Presidente Vargas, Jiménez foi o escolhido. Dos contratados para o meio, nenhum faz a função de primeiro volante, o que deve manter Josa intocável. Maylson tanto pode jogar mais recuado como mais à frente. Cisneros e Fábio são atletas mais ofensivos. Jorge Henrique é atacante, mas foi contratado para atuar como um "camisa 10". O mesmo vale para Allan Patrick. Em contrapartida, Wallace Pernambucano, meia de origem, adotou oficialmente o posto de centroavante, jogando assim desde o ano passado.

No treino da última quinta (3), o meio-campo foi formado por Josa, Jiménez e Luiz Henrique, que fará seu primeiro jogo após ser emprestado ao Bahia, no final do ano passado. Além dele, a equipe terá mais quatro novidades. No gol, Luiz Carlos retorna após se recuperar de dores lombares. Na frente, o Timbu terá um novo trio de ataque. Luís Felipe, Wallace Pernambucano e Thiago saíram para as entradas de Fábio Matos, Matheus Carvalho e Tharcysio.

Leia também:
Josa cita amistoso como teste final para estreia oficial em 2019
Goiano esboça time com cinco mudanças para enfrentar Treze 

Veja também

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport
Sport

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0
Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0