Confederação de taekwondo deve "bicho" a medalhista

Maicon Siqueira deveria ter recebido mais de R$ 12 mil de bonificação pelo bronze nos Jogos Rio-2016

Eu Fico LokoEu Fico Loko - Foto: Divulgação

Responsável por salvar a campanha do taekwondo brasileiro nos Jogos Rio-2016, o medalhista de bronze Maicon Siqueira ainda não recebeu da Confederação Brasileira da modalidade (CBTkd) a premiação combinada antes do início do evento. O acordo era de uma bonificação de R$ 12,5 mil caso ele subisse ao pódio olímpico pela categoria acima de 80kg.

O objetivo foi conquistado, porém não há sinal do pagamento por parte da CBTkd, que atravessa um momento conturbado após a saída do ex-presidente Carlos Fernandes, afastado no final de agosto depois de ter sido envolvido na Operação Nemeus, na qual a Polícia Federal investiga desvios de recursos públicos cedidos a confederações esportivas.

Fora o atraso no pagamento, o atleta, que integra o programa Bolsa Atleta e recebe recurso ainda da Aeronáutica, por fazer parte do grupo de competidores que defende as forças armadas do País, reclamou ainda da falta de comunicação entre a CBTkd e os atletas.

“A premiação que tinha de ter sido feita, ainda não recebi. Depois dos Jogos Olímpicos, eles (CBTkd) continuam nem aí. A comunicação entre atleta e eles é nenhuma. Já liguei para lá e não me responderam. Isso está me atrapalhando. É um dinheiro de que estou precisando no momento. Mas a confederação não explicada nada, não fala nada”, disse o atleta em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Maicon competiu no último dia dos Jogos e, desde então, não recebeu nenhum posicionamento oficial. O dinheiro que deveria ter sido pago a ele é oriundo da Petrobras, umas das patrocinadoras do taekwondo nacional. A estatal, inclusive, revelou ter feito o rapasse.

Veja também

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'
Náutico

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa
Série B

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa