Eleição

Saiba como os candidatos da oposição atuaram no passado do Santa Cruz

Chapa Pró-Santa formalizou, nesta quinta, os nomes que vão concorrer às eleições do clube

André Frutuoso (D) e Joaquim Bezerra (E), encabeçam a chapa do Pró-Santa nas eleições 2020André Frutuoso (D) e Joaquim Bezerra (E), encabeçam a chapa do Pró-Santa nas eleições 2020 - Foto: Camila Florencio/Divulgação

Os primeiros acenos concretos para a realização das eleições que definirá o novo Conselho Deliberativo (CD) e, consequentemente, o presidente e vice do executivo do Santa Cruz, no dia 14 de dezembro, foram feitos nesta quinta-feira. O grupo Pró-Santa formalizou a chapa que está concorrendo ao pleito em 2020. 

Por outro lado, a atual gestão ainda não sinalizou para uma possível candidatura de Constantino Júnior à reeleição, mas a indicativa é de que o atual comandante do executivo do clube deve ter seu nome pleiteado caso a Cobra Coral consiga o acesso à Série B do próximo ano. Outra possibilidade, é que Tonico Araújo, atual vice-presidente, seja candidato ao executivo - apesar de já ter dito, em conversa com a reportagem, que é isso é difícil de acontecer. 
 

Faltando apenas 45 dias para que a torcida tricolor designe o responsável por dirigir o Santa Cruz no próximo triênio, a Folha de Pernambuco detalhou as atuações dos líderes de cada setor/comissão da oposição no passado do clube. Alguns, transitaram por gestões que hoje se opõem. Outros, aparecem como novidade no pleito deste ano. Veja abaixo um breve histórico de cada componente: 

Presidente do Executivo: André Frutuoso

- É conselheiro do Santa Cruz e nunca ocupou nenhum cargo dentro do clube. No pleito eleitoral de 2017, auxiliou o grupo Pró-Santa, liderado por Albertino dos Anjos, contra a atual gestão. 

Vice-presidente do Executivo: Joaquim Bezerra

- Em 2010, chegou a se colocar como candidato a presidente da oposição, mas acabou fazendo parte da gestão de Antônio Luiz Neto como vice-presidente do executivo. Contudo, as divergências de ideias entre os dois já eram grandes, e Joaquim se afastou do cargo. Em 2012, Bezerra voltou à cena e se candidatou ao cargo de chefe do executivo do Santa com a chapa “Ética e Profissionalismo”, desta vez oficialmente em oposição a ALN. 

- Em 2014, foi candidato à vice-presidente do Santa Cruz. Na ocasião, quem venceu foi Alírio Moraes. Joaquim, que é professor e empresário, tentou a vice-presidência novamente em 2017, na companhia de Albertino dos Anjos, que lançou candidatura à presidência coral no período, mas novamente teve seu grupo desbancado por uma chapa apoiada por Antônio Luiz Neto. Constantino Júnior (situação) foi aclamado presidente coral, nas companhias de Tonico Araújo, como vice, e Alírio Moraes, que assumiu a presidência do Conselho Deliberativo. 

Presidente do Conselho Deliberativo: Mário Godoy

- Foi presidente da Comissão de Reforma do Estatuto entre o final de 2018 e 2020, e é conselheiro eleito do Santa Cruz. Hoje, é considerado uma das lideranças à frente do projeto de Reforma do Estatuto do clube. 

1º Secretário do CD: Marino Abreu

- Participou da Comissão de Reforma do Estatuto do clube e foi um dos indicados, junto a Mário Godoy e Danielle Leal, para formar a mesa diretiva do Conselho Deliberativo pelo movimento Intervenção Popular Coral e outros movimentos políticos do Santa Cruz. 

2ª Secretária do CD: Danielle Leal

- Foi diretora do departamento social do clube durante quatro meses, em 2008, na gestão de Fernando Bezerra Coelho (presidente do executivo de 2008-2010). Na ocasião, Danielle não foi eleita junto à chapa do hoje senador, mas foi indicada e, posteriormente, chamada para fazer parte da gestão. Hoje, ela é sócia patrimonial do clube. 

Presidente do Conselho Fiscal: Bartolomeu Bueno

- Nome bastante conhecido nos aposentos do Arruda, Bartolomeu é desembargador de Justiça do Estado e fez parte da gestão de Fernando Bezerra Coelho, em 2008, como presidente do Conselho Deliberativo. Pouco tempo depois de assumir o cargo, foi orientado pelo Conselho Nacional de Justiça a deixar o conselho do clube. 

- Em 2013 foi presidente da comissão do centenário do Santa - que no ano seguinte completou 100 anos de existência -, mas, no final da temporada, se afastou da gestão por divergências com ALN.

- Em 2014, foi candidato à presidente do Conselho Fiscal junto à chapa liderada por Thomaz Aquino. 

Presidente da Comissão Patrimonial: Thomaz Aquino 

- Em 2014, o empresário encabeçou a chapa Renovação Coral e lançou candidatura à presidência do executivo do clube. Antes do pleito do ano referido, Thomaz Barbosa fez parte da então gestão de Antônio Luiz Neto como vice-presidente das categorias de base do Santa Cruz, entre os anos de 2011 e 2013. Na época, ele explicou que deixou o cargo porque entendia que o futebol de base não estava sendo valorizado no clube. 

Veja também

Na imaginação: o dia em que Pelé "contratou" Maradona para o Santos
Luto

Na imaginação: o dia em que Pelé "contratou" Maradona para o Santos

Após atuar 90 minutos, William Alves explica recuperação da Covid-19 e cita readaptação
Santa Cruz

Após atuar 90 minutos, William Alves explica recuperação da Covid-19 e cita readaptação