UFC

Conor McGregor faz história no MMA

McGregor é agora o único lutador da história a acumular dois cinturões da franquia - também é campeão dos penas.

A primeira edição do Mandato Itinerante ocorreu no último fim de semana, na Escola de Capoeira Herança de Angola, em Olinda.A primeira edição do Mandato Itinerante ocorreu no último fim de semana, na Escola de Capoeira Herança de Angola, em Olinda. - Foto: Wilson Maranhão/Asscom Edilson Silva

Na madrugada de domingo, o irlandês Conor McGregor venceu o norte-americano Eddie Alvarez por nocaute no segundo round, no UFC 205, em Nova York, e tornou-se campeão peso leve da organização, alcançando feito inédito.
McGregor é agora o único lutador da história a acumular dois cinturões da franquia - também é campeão dos penas. Alvarez foi um treino de luxo para McGregor desde o começo da luta, uma atuação de gala do irlandês. Já no primeiro round, sofreu dois knockdows. No segundo, Conor conectou um lindo direto, dois cruzados e castigou o oponente no ground and pound. Fim de papo.
“Eu vou destruir todos. Vocês têm que achar alguém com alcance, com peso para mim, senão, vou acabar com todos. Eddie Alvarez é um guerreiro, mas não deveria estar comigo aqui hoje”, disse, sem abandonar o estilo marrento.
Foi a 10ª apresentação do irlandês no UFC e sua nona vitória - a única derrota foi para Nate Diaz, quando se aventurou nos meio-médios. Vale dizer que cobrou revanche contra o norte-americano e vingou o revés, na mesma divisão. Alvarez, que já foi “rei” em outro evento, o Bellator, havia se tornado campeão em julho de 2016. O golpe de McGregor encerrou sequência positiva dele, que vinha de três vitórias consecutivas.

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles