Futebol

"Conseguimos dominar as ações", disse Martelotte após mais uma virada do Santa Cruz na Série D

Com a vitória o Tricolor está na quinta posição, apenas um ponto atrás do quarto colocado

Marcelo Martelotte está na sua quinta passagem pelo Santa Cruz Marcelo Martelotte está na sua quinta passagem pelo Santa Cruz  - Foto: Rafael Melo/ Santa Cruz

O Santa Cruz voltou a vencer na Série D. O triunfo contra o CSE teve o mesmo roteiro dramático da vitória contra o Atlético de Alagoinhas, com o Tricolor saindo atrás no placar e precisando buscar a virada no segundo tempo. O técnico Marcelo Martelotte analisou mais uma reação dentro de casa.

“Lógico que a gente não gosta de sofrer gol e nem encara com naturalidade a situação de ter sempre que correr atrás do placar. Já é a segunda vitória em casa que vem após uma reação. Mas no futebol existem essas situações e você não pode se abater,” iniciou.

“Eu acho que o nosso comportamento, de um modo geral, esteve bem e conseguimos dominar as ações. O adversário esperou muito nosso erro para ter algumas oportunidades, após sair na frente. O mais importante foi a gente ter mantido o equilíbrio, se colocado novamente dentro da partida e não ter desistido nunca,” concluiu. 

O treinador coral promoveu seis mudanças na equipe titular antes de começar a partida. Ele disse não estar preocupado em definir onze titulares nas suas primeiras semanas e que deve testar mais a equipe. 

"Nesse primeiro momento a gente precisaria conhecer melhor o elenco. Eu também identifiquei um equilíbrio dentro do elenco, e isso vai ser uma força nossa durante o torneio. Você pode fazer alterações antes ou no meio das partidas que elas surtem efeito. Não tenho essa preocupação de ter 11 titulares, prefiro ter um grupo com todos participando mais efetivamente dos jogos e eles entendendo de uma maneira geral o que eu quero.”

A reviravolta do Santa Cruz aconteceu após um fato inusitado. Houve um apagão no Arruda no início da segunda etapa e a postura da equipe melhorou após os 20 minutos de paralisação. Martelotte falou sobre o que aconteceu durante a pausa. 

“Na verdade, a paralisação atrapalha. A gente ficou um tempo parado, aí esfria um pouco. Deu para conversar alguma coisa, falei com Gilberto e Guilherme antecipando a substituição que eu faria na volta. Não quis fazer na parada, porque daria tempo ao técnico adversário ver nossas trocas. Então eu esperei o jogo voltar e depois de dois ou três minutos eu fiz as substituições.”

O elenco tricolor tem folga nesta segunda-feira (23) e a reapresentação está marcada para a tarde da próxima terça-feira (24), no Arruda. O Santa Cruz tem mais uma semana cheia para treinar antes de enfrentar o Sergipe no domingo (29). 
 

Veja também

Em noite de 7x1, Flamengo avança na Libertadores
Futebol

Em noite de 7x1, Flamengo avança na Libertadores

Palmeiras passeia no Allianz Parque e chega às quartas da Libertadores
Futebol

Palmeiras passeia no Allianz Parque e chega às quartas da Libertadores