Náutico

Conselheiro pede exclusão de Errisson Melo do quadro social do Náutico

Documento foi protocolado no Executivo alvirrubro nesta sexta-feira (26)

Estádio dos AflitosEstádio dos Aflitos - Foto: Ed Machado/Arquivo Folha

Após ter sido divulgado casos de importunação sexual envolvendo seu nome, o ex-superintendente do Náutico, Errisson Melo, pode ser excluído do quadro de sócios alvirrubro. Nesta sexta-feira (26), foi protocolado no Executivo tal solicitação, assinada pelo sócio e conselheiro Camilo Roma de Brito, irmão de Tatiana Roma - responsável por trazer o caso à tona

Para que o Náutico exclua Errisson do quadro social, Camilo Roma se apega ao Estatuto do clube. Especialmente ao parágrafo IV do art. 10. O conselheiro pede que o processo administrativo disciplinar contra o irmão de Edno Melo seja aberto até este sábado (27)

"Exclusão aos que, descumprindo os deveres estatutários, prejudicarem o Clube em seu crédito ou interesse, por atitudes imorais ou incompátiveis com a ética, ou que venham a ser consideradas de natureza grave."

Ainda segundo o irmão de Tatiana, Errisson teria solicitado a um membro de uma das organizadas do Náutico, que forjasse, junto à polícia, uma denúncia de crime de racismo

Veja também

Djokovic é cofundador de empresa que desenvolve tratamento contra CovidTênis

Djokovic é cofundador de empresa que desenvolve tratamento contra Covid

Torcedores de clube do Irã "invadem" rede social de Jean CarlosFutebol

Torcedores de clube do Irã "invadem" rede social de Jean Carlos