Saúde

Contemplados do Bolsa Atleta e do Time PE ganham direito a acompanhamentos na área de saúde

Os beneficiados dos programas ganharam o direito de receber atendimento odontológico, fisioterápico, nutricional, psicológico e avaliação de performance esportiva e do desempenho humano

Os contemplados pelos ganharam o direito de acompanhamento odontológico, fisioterápico, nutricional, psicológico e de desempenho humanoOs contemplados pelos ganharam o direito de acompanhamento odontológico, fisioterápico, nutricional, psicológico e de desempenho humano - Foto: Divulgação

Mirando os próximos desafios e competições que encontrarão pela frente, os atletas e paratletas do Bolsa Atleta PE e Time PE já estão realizando as avaliações clínicas e de performance esportiva concedidas pela UniFBV em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco.

Os beneficiados dos programas ganharam o direito de receber atendimento odontológico, fisioterápico, nutricional, psicológico e avaliação de performance esportiva e do desempenho humano, a partir de parâmetros socioeconômicos, bioquímicos, dietéticos, metabólicos, fisiológicos, funcionais e biomecânicos, processos que serão o diferencial no desempenho dos competidores pernambucanos.

Acompanhados dos seus treinadores, estiveram presentes na avaliação desta quinta-feira (3) os paratletas do atletismo, Jenifer Martins e Sandro Varelo, ambos do Time PE, além do atleta Elthon Henrique, do Bolsa Atleta. 
 

Para os técnicos, ter em mãos mensalmente um relatório que avalia o esportista como um todo fará toda a diferença no momento de readaptar os treinamentos para que o atleta possa ter um desempenho ainda melhor. "Estamos recebendo um aporte muito maior do que nas avaliações tradicionais que já estávamos acostumadas a fazer.

 Esses testes trabalham de maneira preventiva, fazendo com que a gente consiga ter uma segurança maior na hora de impulsionar os treinamentos, diminuindo consideravelmente o risco de lesão. Isso é de extrema importância para desempenhar um trabalho de alto rendimento", destacou Débora Rodrigues, técnica da paratleta Jenifer Martins. 

A pernambucana se prepara para disputar, em São Paulo, o Open Internacional e as fases 1 e 2 do Circuito Nacional Loterias Caixa de Paratletismo. As competições garantem índice para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2021. "Esse foi um ano muito difícil para a gente em relação a treinamentos. Esse acompanhamento chega agora no melhor momento, para a gente entender como está o nosso corpo e como melhor nos preparamos para uma batalha que virá, com competições de altíssimo nível na briga por uma vaga paralímpica", disse. 

Doutora em performance humana e desempenho esportivo da UniFBV, Tatiana Acioli reforçou como a técnica impulsiona os competidores rumo à excelência. “Mostro aos técnicos o que tenho de material e como essas informações da avaliação vão servir para que eles utilizem na prescrição dos treinos.

Aqui, passamos informações pautáveis, baseada em dados reais de monitoramento fisiológico, o que vai auxiliar na otimização da performance, gerando toda a diferença quando o atleta for treinar e competir. Aqui sempre olhamos a individualidade de cada competidor, para que possamos trabalhar dentro do limiar de cada um”, acrescentou.

“Essas avaliações trazem uma nova realidade para o esporte de Pernambuco. O alto rendimento exige cada vez mais detalhe, e esses detalhes vão diferenciar ainda mais esses atletas, que já são grandes campeões”, complementou Diego Pérez, secretário executivo de Esportes de Pernambuco. 


Bolsa Atleta e Time PE
O Bolsa Atleta e Time Pernambuco são programas de incentivo ao esporte que selecionam atletas e paratletas de rendimento, através de edital público, que apresentem e comprovem resultados esportivos, nacionais ou internacionais, para o recebimento de benefício mensal correspondente ao resultado apresentado, durante o período de 12 meses. Os dois programas contemplam, na edição 2020/2021, o quantitativo de 398 atletas/paratletas de 44 modalidades esportivas diferentes, abrangendo todas as regiões do Estado.

Veja também

Pior visitante da Série A, Sport pode ter Ilha como trunfo na luta contra a queda
Sport

Pior visitante da Série A, Sport pode ter Ilha como trunfo na luta contra a queda

COI não pedirá prioridade para vacinação de atletas
Olimpíadas

COI não pedirá prioridade para vacinação de atletas