Santa Cruz

Contra o Afogados, Santa Cruz de Bolívar tentará feito inédito na temporada

Equipes voltarão a se encontrar nas quartas de final do Pernambucano na próxima quarta (5)

Bolívar, técnico do Santa CruzBolívar, técnico do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Após a estreia do técnico Bolívar no último domingo (2), o Santa Cruz conheceu o seu adversário nas quartas de final do Campeonato Pernambucano. A Cobra Coral enfrentará o mesmo adversário da última rodada do estadual, o Afogados. Para avançar à semifinal, o Santa precisará alcançar um feito inédito na temporada 2021; caso não seja derrotado pela Coruja no tempo regulamentar, o tricolor do Arruda alcançará pela primeira vez a marca de três jogos consecutivos sem derrotas. 

Até o momento, o Santa disputou 22 partidas na temporada (sem contar com a fase eliminatória da Copa do Nordeste). Desde o início do Pernambucano, o Santa ainda não conseguiu manter uma sequência de três jogos sem ser derrotado. A melhor sequência, ainda sob o comando do técnico João Brigatti, aconteceu na última semana de março, quando a Cobra venceu duas partidas consecutivas (contra o Fortaleza fora de casa, pela Copa do Nordeste e contra o Ypiranga/AP, pela primeira fase da Copa do Brasil). 
 

A partida, que acontece na próxima quarta-feira (5) no Arruda, será uma reedição da partida válida pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano de 2019. Naquela ocasião, também no estádio do Santa, a equipo Coral - então comandada pelo técnico Leston Júnior - foi eliminada pela Coruja após um empate em 1x1 no tempo regulamentar e uma derrota por 3x1 nos pênaltis. 

Nesta edição do estadual, o regulamento prevê condições semelhantes. A vaga na semifinal será disputada em jogo único. Em caso de empate no tempo regulamentar, o duelo será decidido nos pênaltis. 

Veja também

“Jogamos abaixo do nosso potencial”, lamenta Louzer
Futebol

“Jogamos abaixo do nosso potencial”, lamenta Louzer

Hélio evita críticas sobre erros de finalização e reforça confiança em título
Futebol

Hélio evita críticas sobre erros de finalização e reforça confiança em título