Contusão de Kolln antecipa a volta de Tiago Cardoso

Com relação ao restante da equipe que enfrentará a Ponte Preta, Doriva não deu muitas pistas.

Di Ferrero ficou 16 anos na banda NX ZeroDi Ferrero ficou 16 anos na banda NX Zero - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

 

Quis o destino que, após quatro jogos no banco de reservas, o goleiro Tiago Cardoso volte à titularidade no Santa Cruz. Ontem, o então dono da posição, Edson Kolln, não treinou em Itu, São Paulo, onde a equipe se prepara para encarar a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarrelli, amanhã. O arqueiro sentiu a contusão logo no início a atividade, e saiu de campo com uma bolsa de gelo nas costas. Quem segue como problemas para o técnico Doriva são o volante Derley e o meia Matias Pisano, ambos vetados para a partida.
Edson Kolln assumiu a titularidade após a má fase pela qual atravessava o ídolo Tiago Cardoso. O goleiro fez quatro partidas, mas não encheu os olhos do torcedor coral - principalmente pelas falhas decisivas nas duas primeiras partidas, contra o Independiente Medellín e o Palmeiras. No meio da movimentação de ontem, o técnico Doriva teve uma conversa de aproximadamente 15 minutos com Tiago Cardoso. Vale lembrar que o novo titular nunca havia ficado no banco de reservas desde que chegou ao Santa Cruz em 2011.
Com relação ao restante da equipe que enfrentará a Ponte Preta, Doriva não deu muitas pistas. O time titular que atuou contra o Corinthians, inclusive, ficou por pouco tempo no campo de treinamento e, depois, foi para a academia. Enquanto que os reservas fizeram um trabalho tático no gramado.
Derley segue como desfalque no Santa Cruz. Mas existe uma boa possibilidade de o volante ficar disponível na partida seguinte, diante do Botafogo, na próxima quarta-feira, no Arruda. Ausente nas duas últimas rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro, por causa de uma tendinite, o jogador já começou a fazer alguns trabalhos físicos. A previsão do clube é de que ele seja liberado para as atividades com bola na segunda-feira. Também baixa há duas partidas, mas devido a uma caxumba, Matías Pisano segue de repouso.
Vaga em xeque
A mudança estrutural sofrida pela Libertadores da América, a partir do próximo ano, fez as vagas destinadas aos brasileiros na Sul-Americana diminuírem. Agora, os campeonatos regionais, como a Copa do Nordeste e a Copa Verde, não mais proporcionarão aos seus vencedores uma vaga na competição internacional. Um ponto de interrogação, com relação à participação do Santa Cruz na “Sula”, ficou no ar.

Segundo a diretoria tricolor, o direito conquistado pelos corais está assegurado.
O Santa Cruz disputou a Copa do Nordeste, em 2016, ciente de que a conquista do título colocaria a equipe na Copa Sul-Americana em 2017. O troféu acabou garantido, e a participação na competição internacional, por consequência, entrou no planejamento tricolor para a próxima temporada. Mas, a nota divulgada, ontem, pela CBF deixou claro que as seis vagas para a “Sula” do ano que vem sairiam da Série A do Campeonato Brasileiro. A entidade ainda não se pronunciou em relação ao que vai acontecer com o Santa Cruz e o Paysandu - campeão da Copa Verde deste ano.

 

Veja também

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana
Sulamericana

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'
Santa Cruz

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'