Futebol

Copa do Nordeste 2021: confira detalhes sobre as equipes, cotação de cada time e a tabela

Folha de Pernambuco apresenta as novidades de cada participante da competição

Copa do Nordeste 2021 começa neste sábadoCopa do Nordeste 2021 começa neste sábado - Foto: Thais Magalhães/CBF

Começa neste fim de semana a Copa do Nordeste 2021. Ao todo, 16 times, divididos em dois grupos, disputam a competição. Os quatro melhores de cada chave se classificam para as quartas de final. Os dois primeiros mata-matas serão com jogo único. Na decisão, duelos de ida e volta, com término do torneio em 8 de maio, data em que será conhecido o campeão do Regional. No certame, Pernambuco será representado por Sport, Santa Cruz e Salgueiro.

GRUPO A

Bahia
Após campanha abaixo das expectativas dado o alto investimento na temporada, o Bahia acabou se conformando em apenas permanecer na Série A em 2021. Com a demissão de Mano Menezes, em um momento que a equipe estava em crise na competição, Dado Cavalcante voltou ao clube em outubro de 2020, livrou o Tricolor do rebaixamento e já assinou contrato para a temporada que se inicia.

A principal baixa no elenco é o volante Gregore. Após três anos em Salvador, o meia foi vendido por 2,9 milhões de dólares para o Inter Miami, dos EUA, que obteve 65% dos direitos econômicos do atleta. Os 35% restantes ficaram com o Bahia.

Técnico: Dado Cavalcante
Como o time chegou na Copa: campeão estadual
Cotação no torneio: Favorito

Dado Cavalcanti

Ceará
Atual campeão invicto do Nordeste e tendo chegado às quartas de final da Copa do Brasil, o Ceará também pode se orgulhar da melhor campanha da sua história na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro e da consequente vaga na Sul-Americana. A temporada de 2020 para o Alvinegro se encerra como uma das mais vitoriosas da sua história.

Com o sucesso, vem a manutenção da fórmula vencedora. O destaque é a renovação do atacante Vina. Com 23 gols e 19 assistências até então na temporada, ele é o maior artilheiro do Vozão na era dos pontos corridos e teve o vínculo renovado até 2024. Também chegam num pacotão de reforços Jael “O Cruel”, ex-Grêmio, João Ricardo, ex-Chapecoense e goleiro menos vazado da Série B em 2020, e o colombiano Yony González, ex-Benfica.

Técnico: Guto Ferreira
Como o time chegou na Copa: ranking da CBF (19º)
Cotação no torneio: favorito

Guto Ferreira

CRB
O CRB teve uma temporada 2020 mediana no âmbito nacional após se sagrar campeão alagoano em agosto. A 10ª posição não foi o que o torcedor do Galo almejava, mas foi suficiente para manter a base de um projeto que conta com o zagueiro Gum e o atacante Hyuri. 

O CRB só inicia a disputa na competição contra o Fortaleza no dia 3 de março, às 19h30, na Arena Castelão.

Técnico: Roberto Fernandes
Como o time chegou na Copa: campeão estadual
Cotação no torneio: corre por fora

Roberto Fernandes, técnico do CRB

Sampaio Corrêa
Após falhar em conseguir o acesso à Série A e contratar o técnico Rafael Guanaes, a Bolívia Querida volta a disputar o Nordestão vindo de boa sequência, mas correndo por fora na briga pelo título de Rei do Nordeste.

Estreando contra o Sport às 20h deste domingo (27), o Tricolor Maranhense busca definir seu time titular e, no processo, sua identidade num novo ano com novos rostos, líderes e metas.

Técnico: Rafael Guanaes
Como o time chegou na Copa: campeão estadual
Cotação no torneio: corre por fora

Sampaio Corrêa se prepara para a estreia

Santa Cruz
O Santa Cruz chega em 2021 mais “enxuto” e dando espaço para os atletas da base mostrarem seu valor depois de um 2020 de estagnação e um doloroso processo de renovação com a eleição de uma nova diretoria.

Nessa transição e precisando colocar as contas em dia, o Tricolor vendeu o goleiro Maycon Cleiton para o Bragantino e o atacante Victor Rangel para o Ituano. Dentre os que ficaram, Chiquinho, Pipico e o capitão Danny Morais são os destaques da equipe coral que também seguirá na luta pelo tão desejado acesso à Série B em 2021, agora sob a batuta do recém-chegado João Brigatti.

Técnico: João Brigatti
Como o time chegou na Copa: ganhou a vaga no pré-Nordestão
Cotação no torneio: corre por fora

João Brigatti, técnico do Santa Cruz

4 de Julho/PI
O 4 de Julho se classificou à competição após derrotar o Picos, nos pênaltis, e faturar o título piauiense no último campeonato estadual do Nordeste, com final realizada apenas em 22 de dezembro de 2020.

A equipe da Série D não chega com muitas expectativas, mas com um calendário cheio, tendo as Copas do Nordeste e do Brasil para jogar. O primeiro desafio do Gavião será contra o Botafogo-PB, em João Pessoa, neste sábado (27).

Técnico: Flávio Araújo
Como o time chegou na Copa: campeão estadual
Cotação no torneio: figurante

4 de Julho

Confiança
Com a permanência na Série B na 15ª colocação, logo após o Náutico, o Confiança perdeu seu principal destaque da temporada passada e autor de 17 gols em 55 jogos. O atacante Reis teve contrato encerrado no último dia 30 e deve seguir para o futebol internacional. Com isso, o principal reforço do Dragão para a temporada é o volante Gilberto Júnior, que acumula passagens por Goiás e na MLS.

Técnico: Daniel Paulista
Como o time chegou na Copa: campeão estadual
Cotação no torneio: corre por fora

Confiança está no Grupo A

Treze
Rebaixado à Série D após uma crise envolvendo salários atrasados e um amargo 9º lugar no Grupo A da Terceira Divisão, o Treze vem para o duelo regional sob o comando de um velho conhecido da torcida pernambucana: Marcelinho Paraíba.

Envolvido ora dentro, ora fora de campo, Marcelinho fez tudo que pode para evitar o descenso do seu time em 2020. O agora treinador em tempo integral já recrutou o amigo e zagueiro Jomar, ex-Botafogo, para reforçar o time que amarga derrotas consecutivas nos amistosos pré-temporada. Resta aguardar o dia em que o Galo paraibano cantará com mais forças.

Técnico: Marcelinho Paraíba
Como o time chegou na Copa: campeão estadual
Cotação no torneio: figurante

Marcelinho Paraíba

GRUPO B

ABC

O maior campeão estadual do Brasil segue dominante no Rio Grande do Norte, com quatro títulos nas últimas cinco finais estaduais. Em compensação, não tem vivido bons momentos nos últimos anos a nível nacional, tendo que amargar mais um ano na Série D do Campeonato Brasileiro após a eliminação na segunda fase em 2020.  

Para a temporada 2021, o ABC apostou no treinador Sílvio Criciúma (ex- Central) para chefiar a missão de tirar o Alvinegro da última divisão nacional. O elenco passou por mudanças, com a chegada de 15 reforços e seis promoções de jovens da base do clube. Do grupo de 2020, apenas oito jogadores seguiram no clube, entre eles o ídolo Wallyson, referência do time.  

Treinador: Sílvio Criciúma
Como chegou na Copa do Nordeste 2021: campeão estadual
Cotação: figurante

ABC está no Grupo B
 
Altos/PI
 

Nova força do futebol piauiense, o Altos chega ao Nordestão embalado pelo sucesso na Série D em 2020, quando conquistou o acesso à Série C. No estadual, o clube ficou na terceira posição, marcando sua primeira vez fora das finais da elite estadual desde que subiu em 2015. 

O Altos inicia 2021 apostando em manter o que deu certo no útlimo ano para surpreender novamente. O treinador Fernando Tonet e toda a comissão técnica tiveram contrato renovado até o final de 2021. Tonet tem 37 jogos pelo Jacaré, com 20 vitórias, dez empates e sete derrotas. Além da comissão técnica, o Altos também investiu na manutenção da base que garantiu o acesso, com 14 renovações, quase todos do time titular, incluindo o trio ofensivo formado por Manoel, Klenisson e Betinho, responsáveis por 27 gols na temporada 2020.

Treinador: Fernando Tonet
Como chegou na Copa do Nordeste 2021: ranking da CBF (71º), eliminou o Globo na fase classificatória
Cotação: azarão

Altos está no Grupo B
 
Botafogo/PB

O Belo teve um 2020 bastante conturbado, com o fracasso no estadual - ficou fora da final após oito anos - e por pouco não foi rebaixado para a Série C. O time se salvou apenas na última rodada, empatando o clássico com o Treze e rebaixando o rival. 

Para a temporada 2021, o Botafogo realizou mudanças no comando técnico, com a chegada de Marcelo Vilar, e realizou uma reformulação no elenco, incluindo a chegada de 14 novos atletas e apenas nove remanescentes da temporada 2020. Entre as peças do grupo, os experientes Marcos Aurélio, Felipe, Fred e Juninho. 

Treinador: Marcelo Vilar
Como chegou na Copa do Nordeste: ranking da CBF (47º), eliminou o Atlético de Alagoinhas na fase classificatória 
Cotação: figurante

 
O Botafogo-PB conta com o experiente Marcelo Vilar no comando técnico para 2021
 
CSA

Apenas dois pontos separaram o Azulão da volta para a Série A em 2020, com a missão do acesso batendo na trave. Terceiro melhor ataque da última Série B, o CSA chega para 2021 buscando manter o nível de exigência da última temporada. 

O técnico Mozart Santos permanece no comando da equipe e realizou um mercado extenso para renovar boa parte do elenco. O time inicia a temporada com 11 contratações até o momento, buscando repor os 16 atletas que deixaram o clube. Com calendário cheio em 2021, o CSA busca ter um elenco versátil e competitivo para não esbarrar no cansaço das quatro competições que irá disputar (Alagoano, Nordestão, Série B e Copa do Brasil).

Treinador: Mozart Santos
Como chegou na Copa do Nordeste: ranking da CBF (30º), eliminou Moto Club na fase classificatória 
Cotação: corre por fora

 
CSA está no Grupo B
 
Fortaleza

O campeão da Copa do Nordeste de 2019 contou com um 2020 de dissabores. Teve um início esperançoso e embalado pelos anos anteriores de conquistas, passando pela eliminação nas semifinais da Copa do Nordeste 2020, contra o Ceará, até a saída de Rogério Ceni em agosto. 

Sem Ceni no comando técnico, o Fortaleza caiu de rendimento de forma abrupta, com apenas quatro vitórias em 19 jogos. Depois de sonhar com uma vaga na Libertadores, o clube se viu em pouco tempo lutando para evitar o rebaixamento e, mesmo com o título cearense, em outubro, o Tricolor do Pici se encontra em um momento interno bastante delicado. Salva na Série A, a equipe de Enderson Moreira chega para a temporada 2021 sob alerta, precisando reencontrar sua identidade, mas com elenco para chegar longe na competição. 

Treinador: Enderson Moreira
Como chegou na Copa do Nordeste: campeão estadual
Cotação: favorito

O Leão do Pici conta com Enderson Moreira no comando técnico para 2021
 
Salgueiro

De volta após dois anos ausente da competição, o Salgueiro chega para 2021 com os pés no chão, mesmo após o histórico título estadual em 2020. Por conta da pandemia, o clube vive momento delicado nas suas finanças e por pouco não ficou sem disputar a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil. 

Com planejamento enxuto e orçamento reduzido, o Salgueiro aposta na manutenção da base que disputou o Pernambucano de 2020, começando pelo treinador, o português Daniel Neri. No mercado, o time sertanejo foi atrás de jogadores em posições pontuais e trouxe sete reforços para o elenco, que precisam dar conta do recado, visto que o Carcará disputa quatro competições em 2021 (Estadual, Nordestão, Copa do Brasil e Série D). 

Treinador: Daniel Neri
Como chegou na Copa do Nordeste: campeão estadual
Cotação: azarão

Daniel Neri, técnico do Salgueiro
 
Sport

Após viver um 2020 difícil, chegando a disputar o quadrangular do rebaixamento no Estadual, o Sport conseguiu segurar as pontas e encerrou a temporada se salvando do rebaixamento na Série A. 

Sob comando de Jair Ventura, que fica para a próxima temporada, o Sport precisou reconhecer suas deficiências para lutar com o que era possível. Um estilo de jogo defensivo e reativo não agradou a parte da torcida, mas foi necessário para a manutenção do Leão da Ilha na Série A do Brasileirão. Para 2021, a expectativa é de manter nomes como Thiago Neves e uma reformulação completa do restante do elenco. 

Treinador: Jair Ventura
Como chegou na Copa do Nordeste: ranking da CBF (16º)
Cotação: favorito

Jair Ventura, técnico do Sport
 
Vitória/BA

O Leão da Barra vive dias difíceis, estagnado na Série B, com duas temporadas brigando para não cair para a Série C, além de dois anos no estadual sem sequer passar da primeira fase. Além do momento esportivo frustrante, o Vitória vive também uma grave crise financeira. 

Com esse cenário, o Vitória deverá remontar o elenco quase todo, aproveitando a volta de jogadores emprestados e cerca de 15 atletas das categorias de base. O técnico Rodrigo Chagas, que comandava o time sub-20 do Vitória, permanece no cargo para a temporada 2021, após conseguir salvar o Rubro-Negro Baiano do rebaixamento.  

Treinador: Rodrigo Chagas
Como chegou na Copa do Nordeste: ranking da CBF (17º)
Cotação: corre por fora

Ex-treinador do sub-20, Rodrigo Chagas livrou o Vitória do rebaixamento na Série B

Veja também

Reino Unido promete impor dificuldades à realização da Superliga
Futebol Internacional

Reino Unido promete impor dificuldades à realização da Superliga

Jogadores e ídolos do futebol criticam criação da Superliga
Futebol Internacional

Jogadores e ídolos do futebol criticam criação da Superliga