Coreias unificam time no Mundial de Tênis de Mesa

A equipes das Coreias do Norte e do Sul começaram o evento jogando separadas, mas anunciaram a união nesta quinta

Atletas desfilam sob a bandeira das Coreias UnificadasAtletas desfilam sob a bandeira das Coreias Unificadas - Foto: Aris Menissis/AFP

As seleções da Coreia do Norte e do Sul feminina de tênis de mesa anunciaram, nesta quinta-feira (3), que formarão um time unificado no Mundial da modalidade, que está sendo realizado em Halmstad, na Suécia. A decisão foi tomada em conjunto com a ITTF (Federação Internacional de Tênis de Mesa). As duas equipes se enfrentariam nesta sexta (4) por uma vaga na semifinal da competição. O time unificado pegará o vencedor do duelo entre Japão e Ucrânia.

O Mundial por equipes de tênis de mesa, em Halmstad, na Suécia, começou no último domingo com as duas Coreias, a do Sul e a do Norte, jogando separadas. As sulistas fizeram uma campanha perfeita na primeira fase, cinco jogos e cinco vitórias, uma delas contra o Brasil, e passaram na liderança do grupo. As norte-coreanas passaram em segundo em seu grupo e venceram nas oitavas de final a equipe da Rússia. O sorteio colocou o embate entre as vizinhas nas quartas de final.

A última vez que as Coreias jogaram um Mundial de tênis de mesa unidas foi em 1991, no Japão, quando o time acabou se sagrando campeão, derrotando a favorita China na decisão. Na ocasião, a união aconteceu porque a Federação da Coreia do Norte não tinha verbas para mandar uma equipe, e a do Sul ofereceu aporte financeiro em caso de união.

Leia também:
União das Coreias marca Olimpíadas de Inverno em PyeongChang
Coreias lançam mensagem de paz na abertura em Pyeongchang
Coreias desfilam juntas na abertura dos Jogos de Inverno

É a segunda demonstração da península no esporte em 2018. Em fevereiro deste ano, as duas Coreias desfilaram unidas na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno e até formaram uma equipe conjunta de hóquei no gelo, que acabou em último lugar.  A Coreia do Norte conta com a medalhista de bronze na Olimpíada do Rio, Kim Song, enquanto a do Sul tem Hyowon, 12ª do ranking mundial, e Jihee Jeon, uma chinesa naturalizada.

Song confia que a seleção unificada possa até bater a china, que levou 11 dos últimos 12 títulos: "Quem sabe. Se em 1991 uma equipe unida bateu, por que não agora? Estamos juntas e juntas podemos fazer qualquer coisa" disse Song. O técnico atual das chinesas, Li Sun, foi sucinto ao comentar a junção das Coreias para as quartas de final:
"É bom que elas estejam unidas, elas vão ficar com um time melhor. E é importante para a divulgação do nosso esporte", afirmou.

Veja também

Vorax e paiN Gaming decidem título do CBLoL neste domingo (18)
Tecnologia e games

Vorax e paiN Gaming decidem título do CBLoL neste domingo (18)

Independiente Del Valle elimina Grêmio e vai à fase de grupos da Libertadores
Futebol

Independiente Del Valle elimina Grêmio e vai à fase de grupos da Libertadores