Futebol

Corinthians chama de "covardes e patifes" autores de pichação contra Andrés

Time paulista está em ano eleitoral e não vive situação financeira estável

Andrés Sanchez, presidente do CorinthiansAndrés Sanchez, presidente do Corinthians - Foto: Divulgação

O Corinthians divulgou uma nota nesta quinta-feira (18) em seu site oficial chamando de "covardes", "patifes" e "milicianos" os autores de pichações contra o atual presidente Andrés Sanchez nos muros do Parque São Jorge. De acordo com a nota, o ato tem o objetivo de tumultuar o ambiente político em um ano eleitoral.


Foram pichadas no muro expressões como "Fora Andrés pilantra", "impeachment já" e "o terror começou". Imagens dos protestos foram divulgadas pelo site "Meu Timão". "Tomamos conhecimento do lamentável episódio de vandalismo feito por covardes que, na calada da noite, mancham os muros e a imagem do Corinthians. A quem interessa isso?", diz a nota".

"É lamentável que, em ano eleitoral, milicianos e patifes queiram tumultuar o trabalho sério que está sendo feito neste momento difícil. São 90 dias sem jogos e, consequentemente, queda abrupta de receita. Mesmo assim, ontem anunciamos um grande reforço e devemos anunciar novos patrocinadores e receitas em breve", completou, citando a contratação de Jô.

Ainda de acordo com a nota, os autores serão identificados e punidos. "Esse ato só interessa aos inimigos do Corinthians e serve de alerta para o lado mais baixo que uma eleição desperta em quem não trabalha pelo clube, mas sim pelo caos. Seguimos em frente, com a certeza de que criminosos serão punidos e de que o futuro do Corinthians não será manchado."

Veja também

Thiago Neves cobra R$ 20 milhões do Atlético-MG após 'quase acerto'
Futebol

Thiago Neves cobra R$ 20 milhões do Atlético-MG após 'quase acerto'

Regularizado, Thiago Neves diz estar ansioso pela estreia no Sport
Sport

Regularizado, Thiago Neves diz estar ansioso pela estreia no Sport