A-A+

Coronavírus: brasileiro e outros três da Renault ficam em quarentena

Estão isolados Mia Sharizman, diretor da Renault Sport Academy, e os piloto Caio Collett, Hadrien Davi e Christian Lundgaard

Detalhes do carro da RenaultDetalhes do carro da Renault - Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP

A Renault, equipe de fórmula 1, informou nesta segunda-feira (2) que quatro integrantes da escuderia, entre eles um piloto brasileiro, estão mantidos em quarentena em um hotel em Tenerife, na Espanha, após um hóspede ter sido diagnosticado com o novo coronavírus.

Estão isolados Mia Sharizman, diretor da Renault Sport Academy, e os piloto Caio Collett, Hadrien Davi e Christian Lundgaard. A equipe está na ilha para realizar treinos durante o inverno.

Segundo a Renault, todos passaram por exames e nenhum apresentou qualquer sintoma relacionado ao novo vírus. A escuderia divulgou um vídeo dos pilotos. Eles dizem que estão bem e esperam a volta aos treinos.

"Estamos nos sentindo bem. Estamos planejando nossa rotina durante o dia para nos manter ocupados. E esperando para que isso termine logo", disse Caio no vídeo. O piloto brasileiro ainda agradeceu à equipe do hotel "por estar cuidado e tratando a todos muito bem".

Leia também:
Estudo aponta infecção por coronavírus pela segunda vez em pacientes da China
Japão atualiza regras para tratamento do novo coronavírus

Veja também

Com gol nas três vitórias consecutivas, Caio Dantas deslancha no Náutico
SÉRIE B

Com gol nas três vitórias consecutivas, Caio Dantas deslancha no Náutico

Santa Cruz ultrapassa 2500 ingressos vendidos para confronto contra Floresta
Santa Cruz

Santa Cruz ultrapassa 2500 ingressos vendidos para confronto contra Floresta