A-A+

Correndo contra o tempo, Sport pode estrear sem 15 atletas

Impedido de inscrever jogadores, Rubro-negro vive incertezas às vésperas do Clássico dos Clássicos de domingo (19)

Sport deverá contar com todos os jogadores a partir do final de semanaSport deverá contar com todos os jogadores a partir do final de semana - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O Sport estreia no Estadual neste domingo (19). Pela frente, o Rubro-negro terá o Clássico dos Clássicos contra o Náutico, às 16h, nos Aflitos. A poucos dias do encontro, as incertezas ainda pairam sobre o clube da Ilha do Retiro. Punido pela CBF, o Leão segue impedido de inscrever jogadores e pode iniciar a temporada com 15 baixas, além do técnico Guto Ferreira. O treinador, inclusive, vem trabalhando na montagem da equipe, e entre os possíveis titulares para enfrentar o rival no final de semana, cinco atletas estariam impossibilitados de entrar em campo.

Nesta sexta-feira (17) completará um mês que o clube foi notificado pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), por conta de uma dívida que o Rubro-negro tem com o meia Mark González. O chileno, que passou pela Ilha do Retiro em 2016, cobra do Sport, na Justiça, cerca de R$ 650 mil. Desde então, o Sport está bloqueado no sistema da inscrição de jogadores da CBF. A equipe pernambucana, através de seu departamento jurídico, já tentou na Justiça, uma liminar que permita a liberação para o clube inscrever jogadores. Porém, nas duas tentativas, teve o pedido indeferido.

Pensando na estreia do Estadual, o técnico Guto Ferreira já havia avisado, na última semana, que esperava que este imbróglio do clube fosse resolvido até esta quarta. Isso porque, nos treinos em que armou um provável time titular, cinco atletas não poderiam entrar em campo contra o Náutico. Na equipe ideal, o treinador vinha trabalhando com Mailson; Raul Prata, Chico, Adryelson e Sander; William Farias, Jean Patrick e Lucas Mugni; Yan, Elton e Marquinhos. Destes, Prata e Yan, por renovações contratuais, além de Jean Patrick, Mugni e Marquinhos, contratados recentemente, teriam que aguardar a situação se resolver para poder vestir a camisa do Leão na temporada.

Leia também:
Com três equipes, Guto arma possível Sport para clássico
Com vínculo renovado, Brocador retoma atividades no Sport
Na busca por receitas, Sport anuncia patrocínio para o calção


Nos trabalhos realizados no CT José de Andrade Médicis, o comandante leonino vem dividindo o grupo em três equipes. Além do time considerado titular apresentado acima, Guto montou a segunda formação com Luan Polli; Ewerthon, Cleberson, Elenilson e Luciano Juba; João Igor, Betinho e Pablo Pardal; Ewandro, Juninho e Barcia, e a terceira com Carlos Eduardo; Matheusinho, Rafael Thyere, Alê Santos e Vicente; Marcão, Ronaldo e Rithely; Maxwell, Diego Noronha e Pedro Maranhão.

Fora os cinco jogadores do time considerado titular, outros 10 atletas não poderiam reforçar o Leão no final de semana. Rafael Thyere, Hernane e Luan por renovação, João Igor por novo contrato, e Carlos Eduardo, Betinho, Diego Noronha, Ewandro, Barcia e Maxwell por serem recém-contratados. O técnico Guto Ferreira também ficaria fora da estreia por causa de vínculo estendido com o clube.

Caso tenha que mexer na primeira equipe pensando no jogo, a grande dor de cabeça de Guto Ferreira seria no meio-campo. Atualmente, o técnico só conta com Lucas Mugni e Diego Noronha para municiar os atacantes. Levando em consideração as opções possíveis, o treinador poderia armar o time com três volantes, ou colocar o jovem Pablo Pardal de meia, montando o ataque com Juninho, Elton e Pedro Maranhão.

Entre as possibilidades, a escalação poderia ser: Mailson; Ewerthon, Adryelson, Chico e Sander; Willian Farias, Marcão e Pardal; Juninho, Elton e Pedro Maranhão. Se optar por um time mais defensivo, Guto pode montar a seguinte formação: Mailson; Ewerthon, Adryelson, Chico e Sander; Willian Farias, Marcão e Ronaldo; Juninho, Elton e Pedro Maranhão.

Veja também

Bruno Becker deixa vice-presidência jurídica do Náutico
Náutico

Bruno Becker deixa vice-presidência jurídica do Náutico

Joaquim Bezerra deveria ir embora de vez do Santinha
Que Golaço!

Joaquim Bezerra deveria ir embora de vez do Santinha