Esportes

CR7 não quer voltar à Juve e usa Dybala como justificativa

Em sua casa, na Ilha da Madeira, o craque português se negou a retornar aos treinamentos na equipe italiana

Cristiano Ronaldo marcou dois gols contra a UdineseCristiano Ronaldo marcou dois gols contra a Udinese - Foto: Isabella Bonotto/AFP

Cristiano Ronaldo não quer se apresentar para retomar os treinamentos na Juventus. O astro português segue em casa, na Ilha da Madeira, e justifica a negativa usando o novo caso de coronavírus de Dybala. Segundo informa o jornal Corriére dello Sport, CR7 garante que isso prova que não há controle sobre a pandemia neste momento.

Ronaldo foi o primeiro jogador da Juventus a se desligar do grupo quando os casos de coronavírus se espalharam. No clube, além de Dybala, jogadores como Rugani e Matuidi também testaram positivo para Covid-19.

Agora, com a perspectiva de retomada dos treinamentos para o recomeço da temporada, Cristiano voltou a se manifestar. Segundo a publicação, ele usa a situação do argentino para justificar a impossibilidade de trabalho em grupo, ainda que sob cuidados médicos.

Leia também:
CR7 e seleção portuguesa ajudam futebol amador
Messi e Cristiano Ronaldo doam 1 milhão de euros a hospitais


Por isso, Cristiano não quer se apresentar à Juventus e garante que permanecerá em Portugal, segundo o Corriére dello Sport. Durante o período de quarentena, o craque aproveitou para visitar o clube em que fez categorias de base e se exercitou ao lado dos filhos.

Veja também

Flamengo volta a vencer Corinthians e garante vaga na semifinal da Libertadores
Libertadores

Flamengo volta a vencer Corinthians e garante vaga na semifinal da Libertadores

Claudinei lamenta "resultado inimaginável", e diz que Sport mostrou evolução contra Ituano
Sport

Claudinei lamenta "resultado inimaginável", e diz que Sport mostrou evolução contra Ituano