Coronavírus

CRB enfrenta surto de casos de Covid-19 no elenco e vê dilema na Série B

Galo alagoano chega a sete jogadores infectados pela doença em menos de uma semana

Moacir é um dos atletas infectados pelo novo coronavírus no CRBMoacir é um dos atletas infectados pelo novo coronavírus no CRB - Foto: Israel Oliveira/Guarani FC

Em Alagoas, os casos de Covid-19 voltaram a aparecer. Se antes o CSA teve 18 casos confirmados, agora é o CRB quem chega a sete jogadores infectados pela doença em menos de uma semana.

Três foram confirmados no último sábado (24) e já não enfrentaram a Ponte Preta. Nesta quarta-feira (28), mais quatro jogadores foram afastados por conta da doença. Um deles é o zagueiro Gum, ex-Fluminense. Desta forma, o clube ainda não sabe quais jogadores terá à disposição para encarar a sensação Cuiabá no próximo sábado (31).

"Eu peguei, sim (a Covid-19). Estou sentindo pouco. Já fiz a contraprova e está confirmado. Agora, os meus companheiros estão aguardando o resultado dos testes para a comissão tomar as providências", disse Gum à reportagem.

Os outros atletas infectados são Reginaldo Júnior, Moacir e Safira -eles devem voltar a jogar em 8 de novembro, contra o Juventude, pela 20ª rodada da Série B. Nos novos exames, além de Gum, testaram positivo para Covid-19 mais três atletas: Thalisson, Reginaldo Lopes e Hugo. Os jogadores e comissão técnica do clube passaram por novos exames em laboratório particular de Maceió e aguardam o resultado.
 



Em nota, o time informou que os atletas infectados já cumprem o isolamento e que está sendo oferecido todo apoio e suporte necessários para que se recuperem o mais rápido possível. O clube ainda não confirmou, no entanto, quantos jogadores estão aptos para o jogo na Arena Pantanal.

Vale lembrar que, em junho, o médico do clube, Luiz Fernando Barros, informou que oito profissionais do CRB testaram positivo para a Covid-19. Ao todo, entre contaminados e curados a equipe possui 15 jogadores vítimas da doença.

Surto no rival
Durante o mês de agosto foi a vez do CSA totalizar 18 atletas infectados em menos de uma semana. Ou seja: 59% de seus atletas foram expostos ao vírus, o que impossibilitou a continuidade do time na Série B do Brasileiro, sendo preciso adiar partidas da primeira e da segunda rodada da competição.

O surto da Covid-19 no CSA fez a CBF mudar sua postura de como lidar com a situação. Reportagem publicada pelo UOL Esporte revelou que o presidente interino do Conselho Deliberativo do CSA, Valmá Peixoto, afirmou ter solicitado o adiamento da partida contra o Guarani, pela primeira rodada, quando o CSA já havia confirmado oito infectados, mas que houve negativa da CBF.

"Houve uma solicitação à CBF quando recebemos os resultados positivos, mas diante do protocolo a resposta foi negativa em razão de os clubes que já estariam nos hotéis e pelos locais seguirem os protocolos sanitários estabelecidos", contou o presidente na ocasião.

Veja também

Com hepta de Amandinha, Brasil domina premiação do futsal mundial
Futsal

Com hepta de Amandinha, Brasil domina premiação do futsal mundial

CBF confirma datas e horários das finais da Série D do Brasileiro
Futebol

CBF confirma datas e horários das finais da Série D do Brasileiro