Cristiano Ronaldo chega querendo fazer história na Juve

Aos 33 anos, Cristiano Ronaldo exaltou físico e disse estar empolgado com novo desafio no futebol italiano

Cristiano Ronaldo chegando para apresentação oficial na JuventusCristiano Ronaldo chegando para apresentação oficial na Juventus - Foto: Miguel Medina/AFP

Protagonista da principal transação do futebol nesta temporada, o português Cristiano Ronaldo foi oficialmente apresentado pela italiana Juventus nesta segunda-feira (16). Depois de passar por exames médicos na clínica do clube, CR7 concedeu concorrida entrevista coletiva, na qual disse estar pronto para o novo desafio na carreira.

O português tem por costume fazer passagens duradouras nos clubes que defende. Depois de um início como profissional no Sporting, de Lisboa - entre 2001 e 2003 -, foi para o inglês Manchester United, onde ficou de 2003 a 2009, ano em que deixou a equipe para vestir a camisa do espanhol Real Madrid, clube no qual atuou por quase uma década.

"Não preciso provar nada para ninguém. Os números falam por si só. Mas não gosto de ficar na zona de conforto. Por isso quero fazer história na Juventus, assim como fiz no Manchester e no Real Madrid. Eu gosto de enfrentar desafios", disse Cristiano Ronaldo. "Sei que vai ser difícil, mas na minha carreira nada foi fácil. Nunca consegui nada sentado em uma carreira, por isso vou trabalhar, sempre confiante nos meus companheiros e no meu futebol. Vou estar preparado. Estou eletrizado até com este desafio, vou dar o melhor de mim."

Leia também:
Cristiano Ronaldo é festejado na chegada à Juventus
Sondado pela Juve, Marcelo fala em rever Cristiano Ronaldo
Técnico vê Juventus mais forte com Cristiano Ronaldo
Real Madrid anuncia ida de Cristiano Ronaldo a Juventus

O astro luso fez questão ainda de reforçar o seu ótimo condicionamento físico, embora não seja mais um jogador tão jovem. "Obrigada à instituição Juventus por apostar em mim independente de eu ter 33 anos. É uma forma até de provar que a idade não é o mais importante, tem que ver o fator físico e emocional. E estar nesse patamar é uma motivação. Se ninguém consegue chegar (aos 33 anos no atual condicionamento dele), eu consigo", pontuou ele, que assinou contrato com a Juventus até 2022. "Quero triunfar na Juventus, não vim para passar férias", avisou.

Cristiano Ronaldo começa a treinar com o elenco da Juventus no próximo dia 30 de julho e planeja estrear com a camisa alvinegra na primeira partida do time na Liga Italiana, no dia 12 de julho. Durante a entrevista, o português, descontraído, foi enfático sobre o objetivo de contribuir para elevar o patamar da Juventus. "Espero dar muitas alegrias nessas quatro temporadas", disse ele, revelando não ter preocupação em ficar mais distante de uma possível sexta premiação Bola de Ouro atuando no futebol italiano. "Não é uma obsessão ganhar a Bola de Ouro. Pensei em ganhar uma vez, mas não duas ou três, quanto mais cinco. Não é algo que me tira o sono. As coisas acontecem naturalmente. Era difícil ganhar no Manchester, era difícil ganhar no Real Madrid, vamos ver. Só Deus é quem sabe."

   Rivalidades

Questionado sobre ter a intenção de quebrar recordes de artilharia pelo time italiano, superando números do argentino Gonzalo Higuaín, Cristiano Ronaldo foi enfático ao dizer que não alimenta rivalidades. "Não tenho rivalidades contra jogadores, nunca tive, não é minha ética. O que vou fazer, obviamente, é tentar bater as equipes que enfrentarem a Juventus. Foi um desafio bonito com o Messi, sei que vocês gostam de abordar isso, mas não vejo como uma rivalidade. Acho que cada um defende as suas cores."

   Seleção

 

Aos torcedores lusos, ele mandou um recado, de que essa nova fase, na Juventus, não muda a sua relação com a seleção portuguesa. "Sempre vou estar disponível para vestir a camisa do meu país."

   Acerto

A concretização da transferência de Cristiano Ronaldo do Real Madrid para a Juventus aconteceu no último dia 10 de julho. Por meio de um comunicado oficial, o time espanhol anunciou o acerto, no valor de 100 milhões de euros (R$ 450 milhões), superando a compra do argentino Gonzalo Higuaín, por 90 milhões de euros, pela própria Juventus, em 2016.

 

Veja também

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia
Prisão

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa
Futebol

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa