CT do Santa: obras paradas, mas primeiro campo na etapa final

Centro de Treinamento, batizado de Ninho das Cobras, já teve três previsões de entrega fracassadas, mas o Santa espera inaugurá-lo até o início de 2019

Barras do primeiro campo de futebol do CT Ninho das CobrasBarras do primeiro campo de futebol do CT Ninho das Cobras - Foto: Comissão Patrimonial/Santa Cruz

O primeiro campo do Centro de Treinamento do Santa Cruz está perto de ficar pronto, mas as obras seguem paradas no local. De acordo com o ex-presidente e conselheiro João Caixero, principal responsável pelo projeto, o que falta para a inauguração do espaço é o plantio da grama. Em conversa com a reportagem da Folha de Pernambuco, ele ainda revelou que a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) vai ajudar financeiramente para que a última etapa seja concluída. Além disso, a Comissão Patrimonial do clube lançou uma ação para arrecadar R$ 81 mil.

“Os trabalhos no terreno deram uma pausa porque estamos esperando só a grama. Iniciamos mais uma campanha para buscar recursos financeiros. A FPF também está dando uma contribuição de R$ 5 mil. Por dia, precisamos de 60 mil litros de água para irrigar o local. Estamos concentrando todas as nossas forças no primeiro campo, mas ainda falta o ponto final. Depois, iremos partir para o segundo campo, que já está 25% pronto”, declarou Caixero.

Leia também: 

Santa viabiliza copos colecionáveis para Tricolores do CT 

Santa homenageia ídolos revelados no Arruda em prol do CT 

Sem prazo para inauguração, obras do CT desaceleram

Torcida aprova verba para CT no Ministério do Esporte 

Com três previsões de entrega fracassadas - agosto de 2017, dezembro de 2017 e fevereiro de 2018 -, a Comissão Patrimonial do Santa Cruz, que está à frente da construção, parou de prometer um prazo para a liberação do primeiro campo do CT Ninho das Cobras, localizado na Estrada da Mumbeca, na Guabiraba, Zona Norte do Recife. Iniciada ainda em dezembro de 2016, a obra desacelerou este ano por conta do aperto financeiro. O período em que os trabalhos mais andaram foi de agosto a dezembro do ano passado. Agora, a expectativa é de que o Tricolor comece a treinar no espaço no início de 2019.

Ações
Para angariar fundos, a Comissão Patrimonial criou produtos com a marca do Santa - bolo de rolo, cerveja artesanal (Colosso Coral), café (Tradição Coral), cadernos, agendas, chaveiros e calendários. Antes mesmo de inovar na captação de recursos, João Caixero já havia lançado o livro “Santa Cruz de Corpo e Alma”, em agosto de 2016.

Criado no mês de maio do ano passado, o grupo Tricolores do CT recebeu uma colaboração do Santa Cruz, que repassou 200 copos colecionáveis licenciados em 2018, sendo 50 de graça e 150 ao preço de custo, para serem vendidos pelo coletivo por R$ 12. O lucro total foi de aproximadamente R$ 1.600, em parceria viabilizada pelo colaborador do marketing e coordenador do programa de sócios Tricolor de Coração, Guilherme Leite. Vale lembrar que o clube lançou dois modelos no mês de agosto, nos dias 10 e 17, respectivamente.

Com transparência, os Tricolores do CT ganham credibilidade nas campanhas de arrecadação para a construção do primeiro campo do Centro de Treinamento Ninho das Cobras. Desde o lançamento do projeto, há quase um ano e quatro meses, três ações foram realizadas. Ao todo, levantou uma receita de R$ 78.505, divididos em três etapas, que captaram R$ 13.950, R$ 31.270 e R$ 33.285, sucessivamente.

Em abril deste ano, o grupo criou um site (www.tricoloresdoct.com.br) para doações. De lá pra cá, quase R$ 30 mil foram levantados dos R$ 100 mil da meta estabelecida.

Veja também

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana
Futebol

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana

Confira a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 79 a 71 na final da Copa Super 8
Basquete

Confira a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 79 a 71 na final da Copa Super 8