Dado assume culpa após derrota: “Não me isento de responsabilidade”

Treinador lamentou queda de rendimento do time no segundo tempo

Treinador abriu mão da multa rescisória e deixou o clubeTreinador abriu mão da multa rescisória e deixou o clube - Foto: Paullo Allmeida

Três derrotas consecutivas, time ameaçado de não avançar à próxima fase da Copa do Nordeste e declaração polêmica de jogador. O domingo não trouxe boas notícias ao Náutico. Após a derrota por 2x0 para o Campinense, no Amigão, pela terceira rodada do torneio regional, o técnico Dado Cavalcanti destacou sua parcela de culpa pelo resultado negativo que deixou o Timbu na terceira posição do Grupo A do Nordestão, com três pontos.

“Sou o comandante e não posso me isentar de responsabilidade. A maior parte da culpa é minha”, afirmou, negando que o atraso salarial esteja tirando o foco do time dentro de campo. “Não tem problema externo. A pré-temporada foi bem feita e não podemos transferir responsabilidades. Temos que ter forças nesse momento de dificuldade. Somos conscientes de que uma vitória pode trazer uma sequencia positiva de resultados”, declarou.

Como nas últimas duas derrotas, o Náutico voltou a ser vazado no segundo tempo. Mas Dado não deu importância à estatística.

“Não dá para fazer análise fria desses números. Tomamos gol com um jogador a menos. Isso é algo relativo e não posso transformar num monstro. Fizemos um bom primeiro tempo. Estávamos organizados em campo. Tivemos oportunidades, mas esbarramos na falta de finalização. Tínhamos mais posse de bola, mas não finalizamos. Perdemos território no segundo tempo e eles acharam uma finalização de fora da área. Depois disso, nos lançamos à frente e tomamos o segundo gol”, lamentou.

Veja também

COI diz que Jogos Olímpicos não serão afetados por estado de emergência em Tóquio
Olimpíada

COI diz que Jogos Olímpicos não serão afetados por estado de emergência em Tóquio

Grêmio anuncia oficialmente Tiago Nunes como novo técnico
Futebol

Grêmio anuncia oficialmente Tiago Nunes como novo técnico