Esportes

Dal Pozzo busca saldo positivo entre defesa e ataque no Náutico

Timbu marcou e sofreu o mesmo número de gols (5) até o momento na Série C do Campeonato Brasileiro

Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico  - Foto: Léo Lemos/Náutico

Encontrar o equilíbrio entre uma defesa segura e um ataque eficaz é o quebra-cabeça que o técnico Gilmar Dal Pozzo precisa solucionar no Náutico. Assim como em sua passagem anterior pelo clube, em 2015, o treinador encontrou um time que tem o mesmo número de gols marcados e sofridos. Há três anos, na Série B, após a 24ª rodada, os pernambucanos haviam feito e levado 28 tentos. Em 2019, na Série C, foram cinco bolas na rede adversária e em sua própria. O saldo é sempre zero. Tornar a conta positiva é fundamental para não se afastar do G4.

A defesa já apresentou sinais de melhora pós-Dal Pozzo. Após sofrer gols em sete jogos consecutivos, o Náutico não foi vazado nos dois confrontos passados, diante de Campinense (pré-Copa do Nordeste 2020) e Treze (Série C). No torneio nacional, o clube, atualmente em terceiro no Grupo A, tem o pior saldo dos integrantes do G4: zero. Ainda nesse recorte, o Timbu tem o sistema defensivo mais vazado, com cinco gols sofridos. O mesmo número de tentos foi marcado, igualando o Botafogo (4º) e atrás de Ferroviário (1º) e Sampaio Corrêa (2º).

Sueliton e Camutanga tem formado a defesa alvirrubra. Na lateral, por motivos de lesão, o técnico foi obrigado a mexer no time. Hereda e Assis foram substituídos por André Krobel e Josa, respectivamente.

Na frente, Dal Pozzo ainda está testando algumas alternativas para melhorar os números do setor ofensivo. Matheus Carvalho tem aparecido como uma das novidades, jogando um pouco mais atrás. Odilávio, Thiago e Wallace Pernambucano permanecem no ataque. Esse último, inclusive, pode bater seu próprio recorde de bolas na rede no mesmo ano. Até então, sua melhor marca é 11 gols, obtida em 2018 pelo Náutico e já alcançada neste ano. Rafael Oliveira, autor do tento que garantiu a presença dos alvirrubros no Nordestão 2020, corre pro fora na briga por uma vaga.

Leia também:
Dal Pozzo pode repetir escalação diante do Confiança

Veja também

Liga das Nações de Vôlei: Cuba vence Brasil no Maracanãzinho e azeda reestreia de Bernardinho
Vôlei

Liga das Nações de Vôlei: Cuba vence Brasil no Maracanãzinho e azeda reestreia de Bernardinho

Com setores inferiores esgotados, CBF abre novo lote para amistoso da Seleção Brasileira no Recife
FUTEBOL FEMININO

Com setores inferiores esgotados, CBF abre novo lote para amistoso da Seleção Brasileira no Recife

Newsletter