Dal Pozzo diz que Náutico merecia ter vencido

Técnico do Náutico acredita que equipe teve bom desempenho no empate em 1x1 diante do ABC, nos Aflitos

Gilmar Dal Pozzo, técnico do NáuticoGilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico - Foto: Léo Lemos/Náutico

Resultado injusto. Na visão do técnico Gilmar Dal Pozzo, o Náutico não merecia ter empatado em 1x1 com o ABC, nos Aflitos, neste sábado (29), pela 10ª rodada da Série C 2019. O comandante alvirrubro citou o volume de jogo da equipe e as chances criadas para mostrar sua aprovação com relação ao desempenho e o descontentamente por não ter conseguido sair com os três pontos. O Timbu termina o fim de semana na sétima colocação do Grupo A, com 12 pontos.

"Merecíamos ter vencido. Basta olhar os números do jogo. Conseguimos envolver o adversário com mais de 20 finalizações, sendo quatro claras. Fizemos o gol e não lembro de outro jogo em que tivemos tantas jogadas pelo lado do campo. Treinamos muito essa estratégia. Mas no futebol é preciso ter início, meio e fim. Fico triste pelo resultado, mas confiante para o jogo de quarta. O desempenho foi bom", disse.

O empate deixou a torcida do Náutico frustrada. Além das vaias no intervalo e no fim do jogo, alguns torcedores foram até a porta do vestiário para protestar por conta do terceiro jogo seguido em que o Timbu não consegue vencer em casa na competição- antes, a equipe empatou em 2x2 com o Globo/RN e perdeu por 1x0 para o Ferroviário.

"Normal no futebol essa pressão. Torcedor está chateado, mas nós também estamos. Precisamos voltar a vencer nos Aflitos. Mas precisamos melhorar dentro de campo. Talvez tenhamos mais objetividade no próximo jogo. Confio no trabalho e na capacidade da equipe", frisou. O próximo adversário do clube na Série C é o Botafogo/PB, quarta (3), também no Eládio de Barros Carvalho.

Leia também:
Náutico decepciona em casa e fica no 1x1 com o ABC

Veja também

Internacional vence sexta seguida e fica a um ponto do líder São Paulo
Campeonato Brasileiro

Internacional vence sexta seguida e fica a um ponto do líder São Paulo

Presença de atletas formados na base cresce 25% em Brasileiro na pandemia
Futebol

Presença de atletas formados na base cresce 25% em Brasileiro na pandemia