Dal Pozzo enaltece vitória e cita metas no Náutico

Vitória por 2x1 diante do líder do Grupo A, Sampaio Corrêa, recolocou o Timbu na segunda colocação, com 27 pontos, ficando próximo da vaga no mata-mata

Jiménez está suspenso do próximo jogoJiménez está suspenso do próximo jogo - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O Náutico manteve o bom aproveitamento contra times que estão no G4 do Grupo A da Série C. Diante do líder da chave, Sampaio Corrêa, o Timbu venceu por 2x1, de virada, nos Aflitos, terminando a rodada na segunda colocação, com 27 pontos, aproximando-se de cravar sua presença matematicamente à fase de mata-mata do torneio. O técnico Gilmar Dal Pozzo frisou a importância do resultado, ressaltando a evolução do time no segundo tempo.

“Temos que enaltecer a vitória de virada. O time fez por merecer. Nos primeiros 15 minutos, nós tivemos dificuldade, com o adversário surpreendendo com uma marcação forte. Queríamos acelerar o jogo, mas precisávamos de mais lucidez para esperar o momento certo. O Sampaio veio nos respeitando e tivemos dificuldade. Eles tiveram a bola na trave, fizeram o gol e dominaram os minutos iniciais. No segundo tempo, eu passei tranquilidade aos jogadores. Depois nos controlamos e fizemos o 2x1. Criamos quatro, cinco oportunidades claríssimas para fazer outro gol, mas ficou de bom tamanho”, afirmou Dal Pozzo.

O treinador também destacou a importância das peças de reposição do elenco. Sem Wilian Simões, lesionado, Erick Daltro foi acionado na lateral esquerda e ganhou elogios de Dal Pozzo. “Ele treina muito bem e estava esperando a oportunidade. Falei que ele ia jogar bem porque ele treina com intensidade, tem apoio bom e acelera o jogo. O importante é ter peças de reposição. Os jogadores que recebem a oportunidade estão aproveitando”, explicou.

Metas

Dal Pozzo também citou “metas” que acertou com o elenco para a reta final da temporada. “A primeira era consolidar trabalho, principalmente em casa. Tivemos quatro vitórias e o time não perdeu sob meu comando. Depois eu queria resgatar o orgulho do torcedor. A terceira é cravar e ficar na história do clube com o acesso e o título. Para isso, nós precisamos fazer dos Aflitos a nossa casa. Esse é um clube que tem essa história bonita e poder resgatar isso faz eu me sentir privilegiado”, apontou.

O próximo jogo do Náutico é sábado (17), contra o Botafogo/PB, no Almeidão, pela 17ª rodada do Grupo A da Série C. Para o confronto, a equipe não terá o volante Jiménez, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Jhonnatan deve ser o substituto.

Leia também:
Náutico vence Sampaio de virada nos Aflitos: 2x1
Náutico encara Sampaio em duelo crucial por classificação

Veja também

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia
Prisão

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa
Futebol

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa