A-A+

Dal Pozzo projeta crescimento de Jorge Henrique no Náutico

Jogador se recuperou de um problema no tendão de Aquiles e participou do amistoso contra o ABC

Jorge Henrique, atacante do Náutico Jorge Henrique, atacante do Náutico  - Foto: Léo Lemos/Náutico

O ano de 2019, por mais que tenha terminado em festa para o Náutico por conta do acesso à Série B e título da terceira divisão, ficou aquém do esperado para um jogador em especial. Uma lesão no tendão de Aquiles da perna esquerda tirou o meia Jorge Henrique de praticamente toda a Série C do Campeonato Brasileiro. Longe dos gramados desde maio, o atleta teve até sua permanência colocada em dúvida no clube. Porém, o Timbu optou por permanecer com o jogador de 37 anos. Recuperado do problema, Jorge voltou aos trabalhos, participou de um jogo-treino, contra o CSP/PB, e do amistoso passado, contra o ABC, nos Aflitos, ganhando elogios do técnico Gilmar Dal Pozzo.

"Jorge se cuidou muito nas férias e chegou a um bom nível. Ele nos ajudará com sua maturidade, principalmente com os meninos da base. Ele precisa estar bem fisicamente para jogar. Em comparação com o ano passado, ele terá uma condição melhor e a qualidade técnica fará a diferença", afirmou, frisando a importância do período de pré-temporada para o jogador. "No Figueirense, em 2018, ele foi campeão estadual e fez uma boa Série B porque se preparou bem. Já no ano passado, ele teve um período curto de preparação física e não suportou todas as competições do ano. Mas agora ele esta fazendo uma preparação boa e vai nos ajudar em 2020", completou. Jorge Henrique disputou apenas 17 partidas pelo Náutico em 2019, marcando dois gols, ambos contra o Santa Cruz - um pela Copa do Nordeste e outro pela Copa do Brasil.

Currículo

Formado nas categorias de base do Náutico, Jorge Henrique foi campeão pernambucano pelo clube, em 2004. Depois de uma passagem pelo Athletico/PR, ganhando o Paranaense, o atleta voltou a Pernambuco para atuar pelo Santa Cruz, em 2006. Em seguida, vestiu as camisas de Ceará e Botafogo, antes de acertar sua transferência para o Corinthians. No clube paulista, Jorge viveu sua melhor fase, integrando o elenco campeão da Copa do Brasil de 2009, da Série A em 2011 e da Libertadores da América e Mundial de Clubes da Fifa, ambos em 2012. O baixinho também jogou por Internacional, Vasco e Figueirense até retornar ao Timbu. Aos 37 anos, o antigo prata da casa alvirrubro é um dos jogadores mais experientes do Náutico, ao lado do zagueiro Fernando Lombardi, de mesma idade.

Leia também:
Dal Pozzo aprova desempenho do Náutico em amistoso
Em amistoso, Náutico fica na igualdade com ABC, nos Aflitos

Veja também

Flamengo tem pênalti nos acréscimos e empata com Athletico-PR na Copa do Brasil
Futebol

Flamengo tem pênalti nos acréscimos e empata com Athletico-PR na Copa do Brasil

Atlético-MG atropela o Fortaleza e se aproxima da final da Copa do Brasil
Futebol

Atlético-MG atropela o Fortaleza e se aproxima da final da Copa do Brasil