Daniel Alves brilha e leva Juve à final

Assim como no primeiro jogo no Principado, o camisa 23 da Juve chamou a responsabilidade, dando uma assistência e marcando um golaço de voleio de fora da área para levar a equipe italiana à final da competição.

Lateral marcou um e deu assistência para outro contra o MonacoLateral marcou um e deu assistência para outro contra o Monaco - Foto: valery hache/afp

AFP - O Monaco até tentou, mas não teve forças para furar o bloqueio da Juventus em Turim: a Velha Senhora venceu a partida de volta das semifinais da Liga dos Campeões por 2x0, ontem, com mais uma atuação de gala de Daniel Alves.

Assim como no primeiro jogo no Principado, o camisa 23 da Juve chamou a responsabilidade, dando uma assistência e marcando um golaço de voleio de fora da área para levar a equipe italiana à final da competição.

A final será disputada dia 3 de junho, em Cardiff, no País de Gales. A Juventus espera o vencedor da outra semifinal, que será decidida hoje, entre Atlético de Madrid e Real Madrid.

O Monaco tinha a difícil missão de reverter a derrota por 2x0 em casa contra a forte zaga montada por Massimiliano Allegri pela frente: a Juventus não perde em casa há mais de 50 jogos.

Além disso, tinha que superar o goleiro Buffon, que completou 150 jogos europeus de clubes e quer completar o hall de troféus em sua carreira: a Liga dos Campeões é o único título que lhe falta.

Clássico
O Atlético de Madri vai buscar a virada contra o rival Real Madrid, hoje , pela partida de volta das semifinais da Liga dos Campeões, depois de sofrer derrota por 3x0 no Santiago Bernabéu.

“Temos um jogo muito difícil. Para muitos até mesmo impossível, mas para nós não”, falou o argentino Diego Simeone no sábado, para motivar o time e a torcida que vai lotar o Vicente Calderón.

A partida tem requintes de despedida, já que é o último jogo em competições europeias do Vicente Calderón. O Atlético vai passar a disputar suas partidas no Wanda Metropolitano a partir da próxima temporada, um fôlego a mais para buscar a difícil “remontada”.

Por outro lado, o time chega mais cansado que o Real Madrid. Zidane não pensou duas vezes e disputou alguns dos últimos jogos do Campeonato Espanhol poupando suas principais peças, de olho no bicampeonato inédito da Liga dos Campeões. No Calderón, Cristiano volta a ser o principal nome do ataque para tentar marcar um gol e complicar ainda mais a “remontada” atleticana.

Veja também

Hélio elogia força do lado direito em vitória
Futebol

Hélio elogia força do lado direito em vitória

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4
Futebol

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4