A-A+

De casa nova, Tottenham vence Manchester City pela Champions

Tottenham vai defender sua vantagem contra o City na próxima quarta-feira (17) no Etihad Stadium

Tottenham x Manchester City, pela Liga dos CampeõesTottenham x Manchester City, pela Liga dos Campeões - Foto: Adrian Dennis/AFP

O Tottenham venceu o Manchester City por 1x0 nesta terça-feira em Londres, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, com um gol do sul-coreano Son Heung-min. Na partida, o argentino Sergio Agüero ainda desperdiçou um pênalti, defendido por Hugo Lloris.

No novo Tottenham Hotspur Stadium, Citizens e Spurs, que ocupam a segunda e a terceira posições no Campeonato Inglês, mostraram que talvez se conheçam demais ao travar um duelo acirrado. Quando tudo indicava que a partida iria para um empate sem gols, Son levou a torcida londrina ao delírio com um chute de esquerda.

Leia também:
Pochettino quer Tottenham 'agressivo' contra o City
Pochettino espera que Eriksen renove com o Tottenham
Boa fase de Agüero relega Gabriel Jesus ao banco do City
City acerta contrato de R$ 3,2 bi e troca Nike pela Puma 

Depois de ter vencido a Copa da Liga e estar lutando pelo título da Premier League com o Liverpool, o City terá que virar na Champions para seguir aspirando a todos os títulos desta temporada.

Já o Tottenham deu o primeiro passo para disputar suas primeiras semifinais europeias desde 1984 e vai defender sua vantagem na próxima quarta-feira (17) no Etihad Stadium.

Nesta terça-feira nenhuma das equipes viu seus melhores artilheiros estufando as redes adversárias. Enquanto Agüero perdeu o pênalti aos 13 minutos, Harry Kane, apesar de fazer uma bela partida, teve que deixar o campo aos 11 do segundo tempo devido a uma lesão no tornozelo esquerdo.

Pressão dos Spurs no estádio novo
O Tottenham se sentiu à vontade no novo estádio e não mostrou medo do poderoso Manchester City de Pep Guardiola.

Aos 7 minutos, Dele Alli tocou para Sissoko na ponta e avançou em velocidade até a área. O meia recebeu o cruzamento e emendou de primeira, mas a bola foi por cima.

Três minutos depois, um lance polêmico assustou a torcida do Tottenham. Após um chute de Sterling, o árbitro consultou o VAR para saber se houve desvio no braço de Rose dentro da área e confirmou o pênalti. O atacante Agüero bateu no canto esquerdo mas o goleiro francês Lloris conseguiu defender se mostrando novamente decisivo na Champions League.

A defesa deu um impulso ao Tottenham, liderado por um Harry Kane capaz de comandar a pressão e estender sua influência no jogo até o meio do campo.

Aos 23 minutos, Kane recebeu na área, girou e deu um chute colocado que foi defendido pelo goleiro brasileiro Ederson.

Os Spurs seguiram atacando e aos 36, em cobrança de falta, o dinamarquês Eriksen chutou duas vezes na barreira. Kane aproveitou a sobra e tocou para Son. O sul-coreano cruzou para Alderweireld, que não pegou bem na bola.

Aos 45 minutos, o City teve um contra-ataque solitário mas o chute de Agüero foi desviado para fora.

Son perseverante e decisivo
O segundo tempo começou agitado dos dois lados. Logo no primeiro minuto, Agüero cruzou da direita e Sterling chutou, fazendo Lloris espalmar.

O Tottenham respondeu um minuto depois em uma jogada de Son Heung-Min que chutou forte e a bola passou rente à trave.

O time da casa perdeu o ídolo Harry Kane aos 11 minutos, quando Fabian Delph pisou no tornozelo esquerdo do atacante em uma jogada junto à linha lateral. O jogador inglês precisou deixar o campo imediatamente e foi carregado até o vestiário, sem poder apoiar o pé no chão.

O técnico argentino Mauricio Pochettino decidiu colocar o brasileiro Lucas Moura, valente e participativo em seus 30 minutos em campo, dando aos Spurs uma opção em seu jogo ofensivo.

E assim chegou o gol, graças à perseverança de Son Heung-Min. Depois de evitar que uma bola lançada por Christian Eriksen saísse na linha de fundo, o sul-coreano driblou os defensores do City, ganhou ângulo, e chutou de esquerda, mandando para o fundo das redes.

Agora o Tottenham vai defender a vantagem conquistada. O vencedor deste duelo vai enfrentar o sobrevivente do confronto entre Ajax e Juventus.

 

 

 

Veja também

Sport é derrotado pelo São Paulo e vê permanência ainda mais distante
Série A

Sport é derrotado pelo São Paulo e vê permanência ainda mais distante

Palmeiras derrota Flamengo e se torna tricampeão da Libertadores
Libertadores

Palmeiras derrota Flamengo e se torna tricampeão da Libertadores