De olho em Botafogo x Bahia, Náutico pode avançar no Nordestão

Dependendo de resultados do jogo entre Botafogo/PB x Bahia, alvirrubro pode garantir vaga nas quartas da competição regional

Roberto Fernandes, técnico do NáuticoRoberto Fernandes, técnico do Náutico - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Será difícil. E o torcedor alvirrubro tem poucas dúvidas com relação a isso. Vamos aos fatos: uma classificação para as quartas de final da Copa do Nordeste não depende apenas das forças do Náutico. Mesmo assim, caso sonhe com esta possibilidade, não há espaço para outro resultado, que não seja uma vitória, no confronto das 21h45 desta quinta-feira (29), no estádio Albertão, em Teresina, contra a equipe do Altos/PI. Além disso, uma combinação de resultados precisará ser protagonizada no embate entre Botafogo/PB e Bahia, que jogarão no mesmo horário. Mais uma vez é importante lembrar que será difícil. Mas, tendo em vista a campanha deste primeiro semestre do Timbu, é possível duvidar?

O Náutico entrará em campo com sete pontos, na terceira colocação do Grupo C da Copa do Nordeste. A diferença para as duas equipes que estão na zona de classificação, Bahia e Botaogo/PB, são dois e três pontos, respectivamente. Para conseguir passar de fase, além da vitória contra o Altos, o Timbu tem três possibilidades de classificação. A primeira: Caso o Belo faça o seu dever de casa e vença, o Timbu consegue a classificação. A segunda: Se o Bahia vencer, os alvirrubros precisam ultrapassar os paraibanos no saldo de gols. Eles têm dois positivos contra zero dos pernambucanos. A terceira: Um empate em João Pessoa também força o Náutico a marcar gols em seu duelo. Isso porque o Tricolor de Aço tem quatro tentos positivos.

A ideia do técnico Roberto Fernandes é mandar a campo, mais uma vez nesta Copa do Nordeste, uma equipe alternativa. Segundo o volante Josa, que deverá começar como titular, a equipe precisará pensar apenas no seu confronto. Mas ele alerta que será muito difícil não pensar no jogo que estará acontecendo em João Pessoa. "Isso vem acontecendo muito este ano, acho que não é a primeira vez. A gente está fazendo a nossa parte dentro de campo, sem preocupações externas. Mas, particularmente, eu até me preocupo no intervalo ou na hora que o jogo dá uma parada, para procurar saber como está o outro jogo", contou.

Para quem veja com estranheza o fato de uma partida decisiva contar com um Náutico alternativo, é importante destacar que, nas vezes que o técnico Roberto Fernandes tomou tal postura, o Timbu saiu vencedor. Inclusive, em jogos também cruciais para o futuro alvirrubro na competição. Ou seja, nas vitórias contra Bahia e Botafogo/PB, ambas com o placar de 1x0. "Estamos sabendo mudar a chave no momento certo. E o mais importante é que estamos conseguindo as vitórias. Independentemente do outro resultado, temos que ganhar primeiro o nosso. E ficamos na expectativa que o outro jogo também dê certo para o nosso lado", falou Josa.

Leia também:
Náutico alternativo tem sido uma receita positiva no Nordestão 
Náutico quer fazer a sua parte contra o Altos/PI
Náutico inicia venda de ingressos para a final do PE2018

Veja também

Palmeiras se irrita e vê silêncio gerar conflito após 2 semanas sem técnico
Futebol

Palmeiras se irrita e vê silêncio gerar conflito após 2 semanas sem técnico

Náutico perto de acerto com Fernando Leite, executivo de futebol
Futebol

Náutico perto de acerto com Fernando Leite, executivo de futebol