Santa Cruz

De volta, William Alves se diz 100% e destaca ‘equilíbrio’ do Santa no topo

Zagueiro vem treinando normalmente para encarar o Botafogo/PB, em partida que deve marcar sua estreia sob o comando de Martelotte nesta temporada

William Alves, zagueiro do Santa CruzWilliam Alves, zagueiro do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/SCFC

Após quase 30 dias tratando uma lesão no departamento médico do Santa Cruz, William Alves está de volta ao batente. O zagueiro, que não atua com a camisa coral há seis jogos, é um dos concorrentes favoritos a assumir a vaga deixada por Célio Santos na zaga para a partida deste domingo (25), contra o Botafogo/PB, no Arruda. Treinando normalmente com o grupo desde a semana passada, o defensor se colocou à disposição de Marcelo Martelotte, garantindo estar totalmente recuperado e apto a estrear sob os mandos do treinador coral na temporada.

“Já (estou) 100% recuperado, treinando normalmente, agora é com o Marcelo (Martelotte). Ele tem as opções dentro do elenco, temos ganhado cada vez mais opções para estar jogando. Quem jogar com certeza o Santa Cruz vai estar bem servido”, disse.

O que antes era um problema, hoje o time comemora como “solução”. Em dois meses, o Santa Cruz aumentou as buscas no mercado para reforçar a equipe. Assim o fez, com a contratação de cinco peças para os setores defensivo e ofensivo: Elivelton, Leonan; Lourenço, Perí e Caio Mancha. Os três primeiros, ajudaram a encorpar o elenco, sendo peças de reposição ou enquanto titulares. 

Contudo, também é importante destacar a importância do retorno de Pipico e o bom aparecimento de Didira no time nos últimos jogos. Junto à composição defensiva, principalmente com o suporte de Toty e Danny Morais, os jogadores tem conseguido desempenhar bem suas funções lá na frente e hoje ajudam na equalização entre os setores, num espécie de encaixe com os recém-chegados Leonan e Lourenço. Os retornos graduais de Paulinho e Chiquinho também devem ajudar na evolução coletiva do grupo nesse sentido. Nos últimos seis jogos, o Tricolor anotou 10 gols, sendo a equipe que mais balançou as redes na competição - com 17 tentos - e teve a defesa furada em cinco oportunidades.

“A defesa tem sido um ponto positivo da nossa equipe durante toda a temporada e agora o ataque também começou a fazer seus gols. A gente tem se defendido bem e atacado bem, um equilíbrio bom no todo da equipe. Esperamos manter esse momento para que nossa equipe tenha um crescimento”, pontuou.

Diante do Belo da Paraíba, vice-lanterna da Terceirona, com 11 pontos, William Alves se posiciona na espreita de que a Cobra Coral mantenha o bom desempenho e se resguarde para a próxima fase na ponta da tabela.

“Botafogo é um time que sempre que vem jogar contra a gente impõe dificuldade. Apesar do momento deles não estar sendo do melhor, a gente sabe que eles vão vir precisando pontuar. É uma equipe perigosa e que não vir aqui só para se defender, vão querer buscar o jogo e os pontos deles. Mas em casa, precisamos ser fortes e continuar nessa crescente que a gente tem tido de vitórias e se manter no topo da tabela”. 

O Santa Cruz recebe o Botafogo/PB, neste domingo (25), às 18h, no Arruda. A partida será válida pela 12ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro e matematicamente pode garantir uma vaga no quadrangular ao time pernambucano em caso de vitória. 

Veja também

Brasileiros brigam até o fim, mas são derrotados na China
Tênis de mesa

Brasileiros brigam até o fim, mas são derrotados na China

Imprensa exalta Maradona, um ícone entre o "gênio" e o "pecado"
Maradona

Imprensa exalta Maradona, um ícone entre o "gênio" e o "pecado"