Delegado confirma morte de torcedor agredido por santistas

Segundo a Polícia Militar, os 21 presos eram integrantes da Torcida Jovem

O delegado Francisco Del Poente, da delegacia central de Itaquaquecetuba (45 km de São Paulo), confirmou a morte de Danilo da Silva dos Santos, 31, neste domingo (4). Ele foi agredido por torcedores santistas que iam ao Pacaembu para assistir o clássico entre Santos e Corinthians.

"Não posso passar detalhes do caso porque ainda estamos registrando e colhendo depoimentos. Mas o torcedor morreu, infelizmente", disse o delegado.
Foram presos 21 torcedores do Santos.

Danilo da Silva dos Santos deu entrada no Hospital Santa Marcelina, na grande São Paulo. Segundo policiais que atenderam à ocorrência, o torcedor chegou ao local sem vida. O hospital não confirma a informação e diz que apenas pode passar detalhes com autorização da família da vítima. Outros quatro torcedores tiveram ferimentos leves e foram liberados.

Segundo a Polícia Militar, os 21 presos eram integrantes da Torcida Jovem. A Folha de S.Paulo tentou falar com dirigentes da organizada, mas não conseguiu contato.
Durante a briga, um carro foi depredado e uma moto, incendiada.

O clássico no Pacaembu teve apenas a presença de santistas, já que por decisão do Ministério Público e da Secretaria de Segurança Pública, apenas os torcedores do time mandante podem comparecer.

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'