Santa Cruz

Deliberativo cita eleições em dezembro caso a Justiça determine data de "forma definitiva"

Em reunião realizada na noite dessa quinta, a maioria dos conselheiros votou pelo adiamento do pleito para o dia 10 de fevereiro de 2021

Estádio do ArrudaEstádio do Arruda - Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

Após a reunião turbulenta que reuniu quase 60 conselheiros e encaminhou o adiamento das eleições do clube para o dia 10 de fevereiro de 2021, o presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz, Paulo Borba, justificou a retomada da discussão sobre a postergação do pleito e, consequentemente, do mandato da atual gestão. 

Ele disse que a decisão, proferida no dia 06 de outubro pela 2° Vara Cível da Capital, não é definitiva e que o clube entrou com recurso para reverter a decisão. Mesmo tendo sido adiado com 39 votos a favor no conselho, o dirigente garantiu que, caso a Justiça determine de forma definitiva a ilegalidade do adiamento, o órgão supremo cumprirá a ordem, retornando a data do pleito para dezembro.

A Justiça decretou ilegal a decisão do Conselho Deliberativo de estender o mandato da atual gestão do Santa Cruz até de julho de 2021, e, consequentemente, adiar as eleições para a presidência do clube. Na ocasião, em caso de descumprimento da ordem, o presidente do executivo, Constantino Júnior, teria que pagar uma multa diária no valor de R$ 20 mil. Mas, dez dias depois, o mandatário assinou a convocação da Assembleia Geral de sócios para que o pleito fosse realizado no dia 14 de dezembro de 2020, ainda com a Série C em curso. 

“Ela (a decisão judicial) não é definitiva e o clube já está com um recurso em andamento para tentar reverter essa decisão. Todavia, se a Justiça confirmar de forma definitiva que as eleições ocorram no dia 14/12, o clube acata a decisão e as eleições ocorrerão de forma presencial pela decisão do Conselho Deliberativo", diz Borba.
 

Em contraponto, o conselheiro Jhonny Guimarães relembrou que a agremiação, no decorrer do processo, concordou em cumprir a determinação. “O Santa Cruz conseguiu essa liminar, que é, sim, uma decisão não definitiva para que o clube marcasse as eleições. O clube, por sua vez, concordou em cumprir a decisão e pediu que o processo fosse julgado favorável ao André Frutuoso (autor da ação). Então, essa decisão, que era provisória, se tornou definitiva, porque o próprio clube reconheceu que tinha que marcar as eleições e o juiz encerrou o processo”, disse.

Ainda segundo Jhonny, os conselheiros de oposição reabriram o processo após a votação que ocorreu na quinta, na reunião do Conselho Deliberativo. “A gente reabriu aquele processo informando apenas que eles estão descumprindo aquilo que tinham acordado perante à Justiça”, emendou o conselheiro. 

Longe de ter um ponto final, também pelo o que foi votado em reunião, o pleito será encaminhado no formato presencial, segundo o conselho, em decorrência do alto custo de se realizar uma votação virtual. 

Veja também

Médico particular de Maradona é acusado de 'homicídio culposo'
Maradona

Médico particular de Maradona é acusado de 'homicídio culposo'

GP do Bahrein é interrompido após grave acidente com Grosjean
Acidente

GP do Bahrein é interrompido após grave acidente com Grosjean