Derley elogia empenho dos atletas e fala em “dignidade” em reta final na Série A

Volante também comentou possibilidade de permanecer no Arruda em 2017

Deputado federal Danilo Cabral (PSB)Deputado federal Danilo Cabral (PSB) - Foto: Chico Ferreira/Divulgação

Extrair empenho sabendo que é praticamente impossível evitar o rebaixamento à Série A do Campeonato Brasileiro tem sido o lema do Santa Cruz nas últimas rodadas. A vitória diante do América/MG, na rodada anterior, ajudou a levantar o humor dos atletas, mas sair da Z4 é quase uma utopia. Para o volante Derley, porém, o pensamento dos tricolores deve ser o de terminar a temporada de forma digna.

“Temos que ter equilíbrio, motivação extra para trabalhar. Ser honesto, independente do momento. Por mais que a situação seja ruim, ninguém nunca perdeu a alegria aqui. Os jogadores que permaneceram são os verdadeiros guerreiros. Não é fácil tirar motivação. O rebaixamento é muito difícil, mas tudo é possível no futebol. Essa será nossa forma de pensar até o final do ano. Queremos terminar de forma digna, quem sabe vencendo o restante dos jogos”, explicou.

Derley também elogiou o lateral-direito Léo Moura, um dos mais experientes do elenco e destaques nas últimas rodadas. “É um jogador diferenciado, campeão e dispensa comentários. Está correndo, fazendo seu melhor aos 37 anos, assim como o Grafite. Isso é uma motivação a mais para gente”, apontou.

Permanência

Ainda sem saber se continuará no Santa Cruz na próxima temporada, o volante Derley comentou as possibilidade de renovar seu vínculo com o clube. “Isso é assunto que vai ser conversado. Nosso pensamento é de tentar fazer o melhor até o final para que coisas boas possam acontecer. Não sei se vou permanecer. Vai depender do momento também. Muitos jogadores estão sendo sondados e esse restante de jogos será importante”, declarou.

Veja também

Britez é apresentado no Náutico
Futebol

Britez é apresentado no Náutico

Pela 1ª vez sem público, Sport e Santa protagonizam clássico marcante
Clássico das Multidões

Pela 1ª vez sem público, Sport e Santa protagonizam clássico marcante