Desempenho ofensivo do Sport explica situação

Os atuais números do ataque do Sport são os piores dos últimos quatro anos

Lances de Sport 0x1 Palmeiras, pela Série A Lances de Sport 0x1 Palmeiras, pela Série A  - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Até o momento, o Sport anotou 23 gols na Série A Campeonato do Brasileiro. Entre os 20 concorrentes, tem o quatro pior desempenho. Este “quase” inédito fato, levando em consideração as últimas campanhas do clube na Série A, evidenciam o problema enfrentado pelo setor ofensivo do Leão. Caso não corrigido, inclusive, colocará por terra as tentativas da equipe de fugir do rebaixamento, nesta temporada.

Nas campanhas rubro-negras dos últimos três anos, o sistema ofensivo da equipe sempre se mostrou efetivo frente a frente ao gol adversário. Os bons números tanto foram apresentados até a 27ª rodada quanto ao final das respectivas competições.

Em 2017, o Sport terminou o Brasileiro com 46 gols, tendo atingido 33, na 27ª rodada. Um ano antes, o Leão conseguiu 37 gols, e fechou sua participação com 49 gols. O melhor desempenho aconteceu em 2015. Foram 53 gols, tendo balançado as redes 37 vezes faltando 11 rodadas para o fim da temporada.

Leia também:
Sport fará treino à noite e aberto para sócios
Sport ainda tem carta na manga para se salvar 

O pior momento do ataque leonino, após o acesso em 2013, foi justamente durante a campanha de 2014. Na temporada, o Sport conseguiu 26 gols, até a 27ª rodada, e terminou a competição com 36. Apesar disso, a equipe conseguiu finalizar sua participação na Série A na 11ª colocação, com 52 pontos. A justificativa? O Leão acumulou 14 vitórias e 10 empates. Há 11 rodadas do fim, já havia vencido 10 vezes e empatado outras seis. Na atual temporada, a equipe tem 15 derrotas, seis empates e seis vitórias.

Veja também

Jair Ventura ressalta 'melhor segundo tempo' do Sport em 'final de Copa do Mundo'
Sport

Jair Ventura ressalta 'melhor segundo tempo' do Sport em 'final de Copa do Mundo'

Hélio agradece jogadores e afirma não ter deixado de acreditar na permanência
Náutico

Hélio agradece jogadores e afirma não ter deixado de acreditar na permanência