Desistência de torcedores foi causa de estádio vazio

Partida entre Uruguai e Egito teve mais de 32 mil ingressos vendidos, mas apenas 27 mil torcedores compareceram

Uruguai 1x0 Egito teve 27 mil torcedores Uruguai 1x0 Egito teve 27 mil torcedores  - Foto: HECTOR RETAMAL / AFP

A Fifa concluiu sua investigação sobre os vários assentos vazios na Arena de Iekaterinburgo na vitória do Uruguai sobre o Egito por 1x0, na sexta-feira (15), e informou que isso aconteceu pois pessoas que compraram ingressos não foram ao estádio.

De acordo com a entidade, não houve nenhum problema operacional no estádio que impedisse a entrada dos espectadores. "Os 32.278 tíquetes disponíveis para esta partida foram alocados. Não verificamos nenhum tipo de problema. Foi um 'no-show' (compradores que não apareceram)", informou a entidade à Folha.

Leia também:
Uruguai x Egito tem mais lugares vazios do que jogos de 2014

Assentos vazios na partida entre Uruguai e Egito, na sexta (15), chamaram a atenção da Fifa. Apesar de todos os ingressos terem sido vendidos, o público total no estádio foi de 27.015 espectadores. O estádio tem capacidade para 35.036 pessoas, mas nem todos os lugares são colocados à venda. Parte é reservada para jornalistas, patrocinadores e convidados da Fifa, o que explica a diferença. É o menor público da Copa do Mundo até o momento. No Brasil, há quatro anos, nenhum jogo teve público tão baixo também.

Veja também

Conmebol defende Copa América e diz que torneio não foi feito 'às pressas'
Futebol

Conmebol defende Copa América e diz que torneio não foi feito 'às pressas'

Eriksen não teve Covid, nem foi vacinado, diz diretor da Inter de Milão
Futebol

Eriksen não teve Covid, nem foi vacinado, diz diretor da Inter de Milão