Esportes

Deyverson brilha, e Palmeiras atropela Vitória no Barradão

Atacante fez os dois primeiros gols da equipe paulista, em Salvador. Dudu, com belo gol, anotou o terceiro

Deyverson comemora um de seus gols contra o VitóriaDeyverson comemora um de seus gols contra o Vitória - Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Com mais uma atuação importante de Deyverson, o Palmeiras venceu o Vitória por 3x0 neste domingo (19), em Salvador, no fechamento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O atacante, que já havia dado a vitória por 1x0 à equipe alviverde contra o Vasco, há uma semana, no Allianz Parque, marcou duas vezes no triunfo sobre os baianos. Dudu fechou o placar no Barradão.

O ressurgimento do criticado Deyverson no Palmeiras tem o dedo do técnico Luiz Felipe Scolari. Desde que o treinador chegou ao clube, o camisa 16 reencontrou o caminho do gol e dá sinais de que pode ser peça importante nos compromissos palmeirenses neste segundo semestre.

Além do Campeonato Brasileiro, o time está nas semifinais da Copa do Brasil e nas oitavas da Copa Libertadores.

No segundo jogo desde que Felipão foi anunciado, ainda com o auxiliar Paulo Turra no comando, o Palmeiras empatava sem gols com o Bahia, pela Copa do Brasil, quando Deyverson acertou cotovelada no rosto de Mena e foi expulso.

Leia também:
Internacional bate Paraná no apagar das luzes, no Beira-Rio
Sem dificuldades, Atlético/PR vence Flamengo


O lance, já no fim do confronto, parecia indicar que a aposta do técnico no atleta não daria muito certo.

Contudo, o jogador, que ainda não tinha feito gols em 2018, foi determinante para a vitória dos reservas palmeirenses diante do Vasco. Neste domingo, em Salvador, voltou a marcar para confirmar novamente o acerto da escolha de Felipão.

Dois dos três gols do Palmeiras no triunfo sobre o Vitória obedeceram à risca a cartilha do "scolarismo".

No primeiro, aos 10 minutos de jogo, Dudu fez lançamento longo para Marcos Rocha, que desviou de cabeça para Deyverson. O camisa 16 ajeitou e chutou cruzado da meia-lua para abrir o placar.

No segundo, aos 28 min da etapa inicial, Dudu cobrou escanteio e o atacante subiu entre Aderllan e Ruan Renato para ampliar e marcar seu 11º gol com a camisa alviverde, o terceiro no ano.

Dudu melhorou ainda mais sua boa atuação marcando o terceiro gol palmeirense. O camisa 7 recebeu dentro da grande área, driblou o defensor do Vitória e bateu na saída do goleiro Ronaldo para fechar a vitória em Salvador.

Um gol de ligação direta, outro de bola parada e a defesa sem sofrer gol pelo sétimo jogo consecutivo. Motivos de sobra para Felipão comemorar.

A sequência da equipe sem ser vazada é a maior do Palmeiras desde 1992. O recorde histórico do clube é de 12 jogos, marca atingida em 1987.

Em seu sétimo jogo desde o retorno ao clube (dois com auxiliares no comando), Luiz Felipe Scolari soma cinco vitórias e apenas dois empates. A equipe fez dez gols e não sofreu nenhum. E ainda tem Deyverson, que de criticado pela torcida e com poucos minutos na temporada passou a ser opção para o time.

O torcedor curte o bom momento e volta a sonhar com coisas grandes no fim do ano. E muito graças a Scolari, tão identificado com o Palmeiras, que inicia sua terceira passagem pelo clube de forma bem promissora.

Veja também

Abdias Venceslau deixa cargo de CEO do Santa Cruz
Santa Cruz

Abdias Venceslau deixa cargo de CEO do Santa Cruz

Santa Cruz anuncia a contratação do meia Guilherme Castro
Santa Cruz

Santa Cruz anuncia a contratação do meia Guilherme Castro