Futebol

Diante do Operário, Náutico deve voltar ao esquema com três atacantes

Julio Vitor deve ganhar espaço na frente, ao lado de Kieza e Geuvânio

Julio Vitor, atacante do NáuticoJulio Vitor, atacante do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

"Não vamos cair". A frase é do presidente do Náutico, Diógenes Braga, sobre o destino do clube na Série B do Campeonato Brasileiro. Ao término da competição, o futuro dirá se o dirigente fez uma promessa certeira ou se a declaração ficará na gaveta de previsões falhas. Cada capítulo da história alvirribra em 2022 passa por um jogo. O desta sexta (7) é contra o Operario/PR, no Germano Kruger, pela 22ª rodada. Confronto que deve ter novidades ofensivas promovidas pelo técnico Elano. 

Antes, porém, é preciso destacar as alterações no sistema defensivo. Victor Ferraz, que vinha sendo escalado como volante, retornará ao posto original no lado direito. Na zaga, Wellington fica com a vaga de Bruno Bispo, fechando o setor com João Paulo. 

Do meio para frente, o técnico Elano deve escalar o Timbu com Jobson, Souza e Jean Carlos, além de três atacantes, promovendo a entrada do recém-contratado Júlio Vitor ao lado de Geuvânio e Kieza. Recuperando-se de uma lesão na coxa, o volante Richard Franco ficou no Recife e não joga.

O Náutico é o 19° colocado da Série B, com 18 pontos. Situação complicada, mas que não tira a esperança do treinador Elano de uma reação. “Está difícil? Está. É ruim? É, mas poderia ser pior se tivéssemos cinco, seis pontos de diferença para sair da zona (a distância atual para o atual 16°, que é justamente o Operário, é de três pontos). Estou aqui porque assumi um compromisso e vou até o fim.

Os que estão aqui vão nos ajudar, assim como os que chegarem. Não estamos confortáveis. Temos de ganhar os jogos”, disse o técnico.



Coincidência em jogo

Quando o Náutico enfrentou o Operário, no Paraná, na Série B do ano passado, o clube também estava sem vencer há cinco rodadas - embora, na ocasião, não ocupava a zona de rebaixamento. O fim do jejum aconteceu perante o Fantasma, com vitória por 2x1. Os gols foram marcados por Vinícius, hoje no Goiás, e Caio Dantas, agora atacante do Criciúma.

 

Veja também

"Com gestão séria, vira um Flamengo no Nordeste", diz Eduardo Baptista sobre o Santa Cruz
Futebol

"Com gestão séria, vira um Flamengo no Nordeste", diz Eduardo Baptista sobre o Santa Cruz

Com Série B entrando no terço final, Sport pode ter estreias contra o Tombense
Sport

Com Série B entrando no terço final, Sport pode ter estreias contra o Tombense