Diego Souza: blindado pelos serviços prestados

Pênalti contra o Cruzeiro foi o único perdido por Diego Souza em oito cobranças com a camisa do Sport

Kaio Maniçoba, deputado federal licenciado e secretário estadual de HabitaçãoKaio Maniçoba, deputado federal licenciado e secretário estadual de Habitação - Foto: Márcio Didier/Blog da Folha

 

Na cobrança do pênalti, um tiro no travessão e a esperança da vitória esvaída um minuto depois, com o gol adversário. Essa sequência de fatos carimbaria qualquer personagem com o rótulo de vilão. Porém, o protagonista neste caso tem muito crédito com a torcida do Sport. Artilheiro do time neste Brasileirão, com 13 gols marcados, e cinco assistências, Diego Souza escutou gritos de apoio logo após desperdiçar a penalidade, na última quarta-feira, contra o Cruzeiro, na Ilha do Retiro. Ao sair de campo, o meia lamentou bastante a bola ter parado caprichosamente no poste e revelou que ainda não havia desperdiçado nenhuma infração da marca da cal com a camisa leonina, com a primeira sendo diante da Raposa. E a Folha de Pernambuco fez um levantamento de todos os pênaltis cobrados por DS87 pelo Rubro-negro e atestou a afirmação do atleta.

No total, foram oito penalidades, sendo sete durante a partida e uma na decisão de pênaltis na semifinal da Copa do Nordeste deste ano, diante do Campinense.
Em 2014, foram 20 jogos pelo Leão, com apenas um pênalti cobrado e convertido contra o Figueirense, no 1x0 na Ilha do Retiro. Em 2015, quatro gols da marca da cal, sendo dois contra o mesmo Figueira, um contra a Chapecoense e outro contra o Flamengo. O detalhe é que no Brasileirão o meia cedia algumas cobranças para o atacante André. Nesta temporada, desde que voltou à Praça da Bandeira, foram três tentos anotados desta forma, contra Campinense (Copa do NE), além de Atlético/PR e Grêmio, nesta Série A. O aproveitamento de 100% só foi quebrado contra Rafael, do Cruzeiro, na última rodada. Após a derrota leonina, o arqueiro mineiro revelou os detalhes do lance decisivo. “Eu treinei muito com ele quando Diego estava no Cruzeiro.

Falei com ele que o pênalti iria no meio. A gente se conhece. Depois ele falou comigo, dentro de campo: “Você me fu***! Eu iria bater naquele canto, mas você foi lá, e mudei na hora. A bola acabou subindo”, revelou Rafael.
Com 13 gols marcados e cinco assistências neste Brasileirão, Diego Souza participou diretamente de 18 tentos dos 45 (40%) que o Leão marcou neste Brasileirão. Além disso, o meia pode quebrar a marca de maior artilheiro do Sport numa única edição de Brasileirão, já tendo os mesmos 13 gols que Carlinhos Bala (2007) e André (2015), tendo mais três rodadas para conseguir superar esses números. Domingo, o time enfrenta o Atlético/PR, em Curitiba, pela 36ª rodada da Série A.
Eleição
No bloco mais forte de oposição para as eleições marcadas para o dia 16 de dezembro, a chapa “Os campeões voltaram” foi confirmada ontem. Encabeçando o bloco, o postulante à presidência será Wanderson Lacerda, com Milton Bivar sendo apontado como vice-presidente. No futebol, Fred Domingos e Manoel Costa, com Severino Otávio, o Branquinho, sendo candidato para o Deliberativo. A situação deve oficializar a sua chapa nas próximas horas.

 

Veja também

Alemanha volta a proibir presença de público em eventos esportivos
Covid-19

Alemanha volta a proibir presença de público em eventos esportivos

Neymar sente lesão durante jogo do PSG pela Liga dos Campeões
Futebol

Neymar sente lesão durante jogo do PSG pela Liga dos Campeões