Diego Souza e Rithely no banco dos réus

Na berlinda, dupla será julgada nesta quinta-feira (3) pelo STJD por duras declarações proferidas contra Ricardo Marques Ribeiro

Polícia Federal realiza operação no Palácio do Governo de PernambucoPolícia Federal realiza operação no Palácio do Governo de Pernambuco - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

 

Apesar de estar em situação mais amena na luta contra o rebaixamento para a Série B, o Sport ainda não está completamente livre do descenso. E os rubro-negros ainda ganharam bons motivos para ficar preocupados neste final de ano. Afinal, Diego Souza e Rithely, duas peças fundamentais da equipe, podem ser suspensos até o final da temporada. Ambos serão julgados hoje pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, por conta de duras declarações dirigidas contra o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, no jogo diante do Palmeiras.
Em casos do tipo, a pena máxima prevê suspensão de seis jogos. Portanto, como faltam apenas cinco para o final do Campeonato Brasileiro, os dois atletas titulares só poderiam voltar a campo em 2017.

Rithely e Diego Souza foram denunciados no STJD ao protestarem em entrevistas televisionadas contra o árbitro do confronto diante do Palmeiras, disputado no último dia 23 de outubro. Eles reclamaram a não marcação de um pênalti a favor do Sport. A defesa do Rubro-negro tentará provar que houve, de fato, um erro de arbitragem no duelo.
Rithely será julgado por infração ao artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - “Ofender alguém em sua honra”. A pena prevista é de suspensão por até seis partidas, além de multa estipulada entre R$ 100 e R$ 100 mil.

O volante ainda é considerado réu primário por não ter histórico de julgamentos no STJD este ano. Já Diego Souza foi enquadrado por desrespeitar a equipe de arbitragem, conforme descrito no artigo 258, inciso II do CBJD. A pena proposta para o meia é de suspensão de um a seis duelos, sem multa.
Após o caso de Rithely e Diego Souza - e para evitar possíveis punições -, os próprios jogadores do Sport resolveram fazer um pacto para não mais criticar a arbitragem, ainda que julguem que o time tenha sido prejudicado.

“O time conversou depois desses acontecimentos e concordamos que precisamos ter mais cabeça fria”, detalhou o zagueiro Matheus Ferraz. “Sabemos que fomos prejudicados em alguns jogos pela arbitragem, mas temos que ter mais tranquilidade na hora de falar. Ou então só falar depois, com a cabeça fria”.
SUB-20
O Sport avançou ontem às semifinais da Copa do Brasil sub-20. A equipe havia perdido o jogo de ida contra o Atlético/MG por 2x0. No entanto, na volta, disputada na Ilha do Retiro, o Leão devolveu o placar do primeiro confronto e venceu nos pênaltis. O atacante Wallace - que já atuou pela equipe profissional - fez 1x0 na primeira etapa.

No segundo tempo, o também atacante Índio balançou as redes. Nas penalidades, com duas defesas do goleiro Mailson, vitória rubro-negra por 3x1. O próximo adversário do time pernambucano sairá do confronto Criciúma x São Paulo, nesta noite, em Santa Catarina. No primeiro jogo, o Tricolor Paulista venceu por 4x0 e entra com ampla vantagem.

 

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'