"Difícil, mas não impossível", diz Milton sobre classificação na Copa do Nordeste

Náutico ficou somente no 0x0 diante do Campinense, na Arena de Pernambuco

O empate em 0x0 com o Campinense, na Arena de Pernambuco, pela quarta rodada do Grupo A da Copa do Nordeste deixou o Náutico em situação extremamente delicada na briga pela classificação à próxima fase do torneio. O Timbu continua na terceira posição, com quatro pontos - três a menos que o Santa Cruz, vice-líder, e quatro abaixo da Raposa, dona do topo da chave. Após o final do jogo, o técnico Milton Cruz reconheceu que o momento não é dos melhores, mas manteve a esperança de uma recuperação nos próximos jogos.

"Acho que nosso time tem qualidade, é jovem. Gostei do que vi no segundo. No primeiro, ficamos devendo. O adversário se defendeu bem com quase dez jogadores atrás. Mas precisamos trabalhar para conseguir os objetivos. Estamos com quatro pontos. Fica difícil, mas não é impossível. Ainda estamos no páreo", afirmou.

Diante do Campinense, o treinador colocou em campo praticamente a mesma equipe que derrotou o Belo Jardim por 2x0, pelo Campeonato Pernambucano - a exceção foi a entrada de Manoel na vaga de Giovanni.

"Procurei manter a equipe que jogou na segunda, não quis mexer muito porque não adiantaria. Mexi mais no posicionamento e na parte tática. A gente, junto com a diretoria, vai buscar reforços e trazer jogadores para qualificar todos os setores. O objetivo é fazer um grande Brasileiro e subir. Náutico bateu na trave nos últimos dois anos e esperamos fazer um grande campeonato", ressaltou.

Veja também

Após debandada, Superliga europeia anuncia que vai 'remodelar projeto'
Superliga

Após debandada, Superliga europeia anuncia que vai 'remodelar projeto'

Empossado, Bivar fala de reforma do estatuto e austeridade financeira
Sport

Empossado, Bivar fala de reforma do estatuto