Diretoria coral dá um tempo nas contratações

Ao todo, 17 atletas chegaram para a temporada 2017

A reformulação do elenco do Santa Cruz entrará em processo de estagnação. Pelo menos, por enquanto. Após a chegada de 17 reforços para a temporada 2017, fechada com a contratação do volante Federico Gino, na última terça-feira, a diretoria tricolor não pretende mais ir às compras. O olho no mercado, no entanto, permanece atento. Segundo o vice-presidente coral, Costantino Júnior, não há negociações em andamento, mas qualquer oportunidade será aproveitada.

Há, inclusive, uma justificativa para que novas contratações não sejam anunciadas pelos Tricolores até o início do segundo semestre: a atual folha salarial do elenco. Todo cuidado tem sido feito para evitar os constantes atrasos protagonizados no final do ano passado. "Estamos muito atentos ao mercado. Sabemos da necessidade de algumas peças, mas é necessário fazer uma mensuração. Não existe nenhuma negociação em curso. Sondagens existem sempre, com jogadores se oferecendo e conversamos entre a gente sobre isso, mas nada que ultrapasse esse estágio", disse Constantino Júnior.

Os 17 reforços oficializados pelo Santa Cruz foram: goleiros Júlio César e Jacsson; zagueiros Bruno Silva, Jaime e Anderson Salles; lateral Gabriel Vallés; volantes Elicarlos, Federico Gino e David; meias Thiago Primão, Léo Costa e Thomás; atacantes William Barbio, Halef Pitbull, Júlio César, Facundo Parra e Éverton Santos. Depois da campanha que culminou com o rebaixamento para a Série B, ano passado, a maioria dos jogadores do elenco de 2016 deixou o clube, negociados ou dispensados.

Ainda com relação à folha salarial do elenco, Constantino Júnior garantiu que ela está bem abaixo do que foi planejado em 2017. A chegada de um novo reforço será bem-vinda apenas se o jogador se encaixe ao perfil financeiro estabelecido pela diretoria. “Temos jogadores que não estrearam ainda, como Facundo Parra, Júlio César e Gino, que podem ajudar Vinícius a ter boas opções. Estamos tendo muito cuidado nas contratações e no respeito ao orçamento. Temos conseguido ficar abaixo da meta estabelecida pela diretoria financeira. É um trabalho grande para respeitar a folha salarial”.

Veja também

Após vitória, Lucena acredita em início de reação do Sport na temporada
Sport

Após vitória, Lucena acredita em início de reação do Sport na temporada

À espera de Louzer, Sport bate Vitória/PE, na Ilha, e volta a vencer no Estadual
Campeonato Pernambucano

À espera de Louzer, Sport bate Vitória/PE, na Ilha, e volta a vencer no Estadual