Djokovic diz que continua com grandes objetivos

Nos quatro torneios desde seu retorno após a operação, Djokovic perdeu duas vezes na primeira fase e teve resultados decepcionantes na temporada europeia de saibro

Novak DjokovicNovak Djokovic - Foto: Saeed Khan/AFP

"Tenho uma grande motivação e ainda tenho objetivos muito grandes", declarou nesta quarta-feira (2) o sérvio Novak Djokovic, que segue tentando recuperar seu melhor nível depois de operar o cotovelo em fevereiro.

"Acho que as coisas voltarão ao seu lugar muito rapidamente e espero ter melhores resultados nas próximas semanas", explicou Djokovic aos jornalistas chamados para um treinamento em Belgrado. Roland Garros está chegando e foi o ultimo título de Grand Slam conquistado pelo sérvio, em 2016.

"Fizemos planos até o final da temporada no saibro. Ainda restam três torneios com Roland Garros no final", destacou o tenista de 30 anos, que desde abril voltou a treinar com Marian Vajda, o homem que o guiou em seus melhores anos.

Nos quatro torneios desde seu retorno após a operação, Djokovic perdeu duas vezes na primeira fase (Indian Wells e Miami) e teve resultados decepcionantes na temporada europeia de saibro (Monte Carlo e Barcelona): caiu para Dominic Thiem nas oitavas de final em Monaco e foi eliminado pelo eslovaco Martin Klizan no primeiro jogo em Barcelona.

Campeão de 68 torneios ATP, sendo 12 Grand Slams, Djokovic avaliou que voltou a jogar cedo demais.

"Cometi um erro porque não estava preparado fisicamente", admitiu o sérvio, que comemorou não ter mais dores no cotovelo operado, algo que considera a "melhor notícia" possível para ele.

 

Veja também

Argentina derrota Paraguai e assume ponta do Grupo A
Copa América

Argentina derrota Paraguai e assume ponta do Grupo A

Paraguai aposta na sua capacidade defensiva para surpreender na Copa América
Copa América

Paraguai aposta na sua capacidade defensiva para surpreender na Copa América