Dois duelos abrem as oitavas de final da Liga dos Campeões

No Metropolitano, o Atlético de Madrid recebe a sensação da temporada no Velho Continente, o Liverpool. No Westfalenstadion, o Paris Saint-Germain visita o Borussia Dortmund

Neymar e Mbappé, atacantes do PSGNeymar e Mbappé, atacantes do PSG - Foto: Anne Christine Poujoulat/AFP

Começa nesta terça (18) a fase das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa 2019/2020, com dois jogos começando às 17h (Brasília). No Metropolitano, o Atlético de Madrid/ESP recebe a sensação da temporada no Velho Continente, o Liverpool/ING. No Westfalenstadion, o Paris Saint-Germain/FRA visita o Borussia Dortmund/ALE, com a provável presença do camisa 10 Neymar.

Na falta de gols, com apenas cinco marcados nos últimos sete jogos, o Atlético terá a possível presença de Diego Costa, recuperado de sua operação de hérnia de disco. Por outro lado, parece pouco provável que possa contar com o jovem português João Felix, que sofreu uma lesão muscular.

Vencedor da edição passada da Liga, o Liverpool não poderá contar com o atacante suíço Xherdan Shaqiri, mas terá à disposição o trio ofensivo formado por Mohamed Salah, Roberto Firmino e Sadio Mané. A equipe está embalada na temporada com uma campanha fantástica no Campeonato Inglês, com uma invencibilidade construída em 26 compromissos, com 25 vitórias e um empate no torneio nacional.

Recuperado de uma lesão na costela, Neymar viajou com a delegação do PSG para a Alemanha, mas não é certo que ele começará a partida como titular. Na temporada anterior, Neymar não conseguiu disputar a fase de mata-mata da Liga dos Campeões com os franceses devido a uma grave lesão no pé direito, assistindo à eliminação do time para o Manchester United. Já o Borussia aposta na fase espetacular do artilheiro Haaland.

Leia também:
Sem Neymar e Mbappé, PSG só empata contra o Amiens
Aflitos é arma do Náutico para eliminar Botafogo na Copa do Brasil

Veja também

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao SantaFutebol

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao Santa

Presidente eleito do Náutico, Diógenes Braga só não pode mais errar como neste anoBlog Que Golaço

Presidente eleito do Náutico, Diógenes Braga só não pode mais errar como neste ano